Cidadeverde.com

O último embarque para o sonho tricolor

  • embarque05.jpg Foto: Érica Paz/River A.C.
  • embarque06.jpg Foto: Érica Paz/River A.C.
  • embarque01.jpg Foto: Érica Paz/River A.C.
  • embarque02.jpg Foto: Érica Paz/River A.C.
  • embarque03.jpg Foto: Érica Paz/River A.C.
  • embarque04.jpg Foto: Érica Paz/River A.C.

A torcida foi ao aeroporto Petrônio Portela na tarde desta sexta-feira (16) para apoiar os jogadores do River. A expectativa é de recebê-los também na volta e com festa na próxima semana. 

O time embarcou por volta de 16h30 para Porto Alegre (RS), de onde o grupo segue via terrestre para Lajeado (RS). Na segunda-feira (19), a partir de 18h (horário de Teresina), o Galo encara o Lajeadense, podendo conquistar um inédito acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro. 

Depois de vencer por 3 a 0 o primeiro jogo no Albertão, o River pode até perder por 2 a 0 para avançar até as semifinais da Série D, o que já garantirá o acesso para o ano que vem. O Lajeadense precisa vencer por 3 a 0 para decidir a classificação nos pênaltis, ou por quatro gols de diferença para avançar no tempo normal. 

A vantagem deixa a torcida e o time confiantes. Mas o meia Júnior Xuxa joga todo o favoritismo da partida para os gaúchos. Entendam: favoritismo da partida, não da classificação. 

- A gente sabe que favoritismo tá pra gente pra classificação. Mas no jogo o favoritismo é todo o Lajeadense. A gente sabe que vai enfrentar uma equipe com qualidade, que fez por onde estar nessa decisão. Esperamos que a gente possa suportar da mesma forma que suportou todos os adversários fora de casa.

O tom do técnico Flávio Araújo é um pouco diferente. O treinador fala em atacar. E se o River fizer um gol em Lajeado, os donos da casa terão de marcar outros cinco para se classificarem - o gol marcado fora de casa dá vantagem ao time visitante em caso de empate no placar agregado dos dois jogos. 

- A  gente tá consciente de que temos que fazer um jogo onde nós temos que ser agressivos, nós não podemos aceitar a pressão do adversário. Eles vão nos pressionar e nós temos que revidar com outra pressão em cima deles, para justamente evitar ser encurralado pela equipe do Lajeadense. Se eles vêm pra cima, nós vamos pra cima também.

Será a maior de todas as viagens do Galo na competição. No sonho da Série C, o time tricolor já viajou a Macapá (AP), Imperatriz (MA), Juazeiro do Norte (CE), Palmas (TO) e Estância (SE). Foram mais de 7 mil quilômetros percorridos, de ônibus e avião, ida e volta. E agora, até Lajeado (RS), serão pouco mais de 3 mil quilômetros só na ida. O percurso é do tamanho do sonho tricolor.