Cidadeverde.com

Fortaleza mostra ao River o quanto é difícil a Série C

Ô CBF, a intenção foi nobre, mas não sei se o Fortaleza (CE) anda comemorando muito. 

Talvez o tricolor cearense possa até comemorar o fato do jogo com o Brasil de Pelotas (RS), que valia o acesso para a Série B do Brasileirão, não ter sido marcado para este domingo (18). 

Aos torcedores do River, que contam as horas para ver o time subir para a Série C, o Leão serve de exemplo para mostrar que voltar para a Segundona não é tarefa tão simples. 

Rebaixado na Série A em 2006, o tricolor passou somente três anos na Série B. Não voltou. Caiu. 

Nesses seis anos na Terceirona, o Leão esteve perto três vezes de subir de divisão.  Nas três oportunidades, foi eliminado em casa.

Em 2012, perdeu por 3 a 1 para o Oeste (SP) no estádio Presidente Vargas, depois de empatar o jogo de ida por 1 a 1.

No ano passado, empatou sem gols fora de casa com o Macaé (RJ), na época treinado por Josué Teixeira, que tinha saído do River no meio da Série D. Os fluminenses arrancaram o empate em 1 a 1 em pleno Castelão e subiram para a Série B. 

Ontem (17), no mesmo Castelão, o empate sem gols classificou o Brasil (RS), que ganhou a partida de ida por 1 a 0. 

Não adianta se o time é grande ou pequeno. A Série C não dá mole pra ninguém. E a se confirmar o acesso do River e a queda do Ceará, a Terceirona do ano que vem será uma pedreira. Juntem aos já citados o América (RN), Botafogo (PB), Salgueiro (PE)..