Cidadeverde.com

Homenagem ao paredão piauiense do Santa Cruz

  • cardoso-01.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-02.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-03.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-04.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-05.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-06.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-07.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-08.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-09.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-10.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-11.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-12.jpg Foto: Antônio Melcop
  • cardoso-13.jpg Foto: Antônio Melcop

O registro é válido, mesmo que em atraso. 

No último sábado (17), o goleiro piauiense Tiago Cardoso foi homenageado pelo Santa Cruz (PE). Ganhou uma camisa para lembrar a passagem de 200 jogos com a camisa do clube, completados em setembro, contra o Sampaio Corrêa (MA).

Se Flávio Araújo, do River, é o "Rei do Acesso" entre os treinadores, Tiago Cardoso é quase o mesmo entre os goleiros. No Santa Cruz desde 2011, ele esteve no time que subiu para a Série C em 2012 e para a Série B do Brasileirão em 2013. Foi também tetracampeão pernambucano (2011, 2012, 2013 e 2015).

E se havia alguma dúvida de que Tiago Cardoso caminha para ser um dos maiores ídolos do Santa Cruz, a diretoria incubiu um herói tricolor para entregar a camisa: o ex-goleiro Birigui, campeão pernambucano de 1986 e 1987. Em troca, Birigui ganhou outra camisa, pelos seus 257 jogos nos anos 1980.

Para se ter uma dimensão do que os dois representam para o Santa Cruz, é só acessar o site do clube.

A festa de sábado só não foi completa porque, depois da homenagem, o Santa foi derrotado pelo Náutico por 3 a 1, e viu sua vida se complicar na briga pelo acesso para a Série A. A chance de reabilitação será sábado, contra o Atlético (GO), fora de casa.