Cidadeverde.com

Obras na pista de atletismo da UFPI entram na reta final

  • pista05.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • pista04.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • pista03.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • pista02.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • pista01.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde

Depois de alguns meses de espera, a pista de atletismo da Universidade Federal do Piauí (UFPI) já tem data para ser entregue: 20 de novembro. 

Nesta segunda-feira (26), operários começaram a colocação da base da pista, que tem padrão internacional e será a primeira deste porte no estado. 

Segundo o professor Marcos Antônio Santos, idealizador do projeto, nos próximos 10 dias será colocado um hipermeabilizante. Depois disso, será passada a cola e colocada a borracha da pista. 

A demora na reta final da conclusão da pista, que deveria ter ficado pronta em agosto, ficou por conta da grama especial que precisou ser adquirida. Essa grama chega na próxima semana e será colocada na área central. E com isso, a borracha que compõe a pista poderá ser colocada.

Após a conclusão, será marcada solenidade de inauguração oficial da pista. A expectativa é de que o ministro do esporte George Hilton, possa comparecer. 

Nova era
O canteiro de obras foi instalado em dezembro de 2014 e os trabalhos começaram no janeiro seguinte. Foram esforços do diretor do departamento de esportes, Sérgio Galan, da administração da UFPI e do então deputado federa Osmar Júnior (PCdoB), na busca de recursos em Brasília (DF). Foram R$ 8,8 milhões investidos. 

Com a pista de padrão oficial, a UFPI vai definir horários para o uso de atletas, da comunidade acadêmica e sociedade em geral. O espaço servirá para treinamento, projetos, pesquisas, eventos nacionais e intercâmbio internacional. Será outra página do esporte piauiense sendo virada.

Próximos passos
Como diz o professor Marcos, o mais difícil está perto de ser concluído. Mas ainda existem outras etapas. 

- Paralelamente, nós também já enviamos um segundo projeto para o Ministério do Esporte, que é a aquisição do material de treinamento. São as barreiras, dardos, os blocos de partida... Isso está orçado em R$ 800 mil. 

Além do material, já foi feito o projeto para uma arquibancada, estimada em pelo menos R$ 1,5 milhão.

Como a pista servirá para todos, a ideia é fazer com que a Prefeitura de Teresina e o Governo do Piauí também ajudem. 

- Acho que como é uma obra de infraestrutura que vai ajudar o esporte como um todo. É importante que essas entidades participem efetivamente.