Cidadeverde.com

Torcida faz segunda carreata para o River na Série D 2015. Falta uma.

  • chegada05.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • chegada10.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • chegada09.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • chegada08.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • chegada06.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • chegada04.jpg Foto: Érica Maciel Paz/River A.C.
  • chegada03.jpg Foto: Érica Maciel Paz/River A.C.
  • chegada02.jpg Foto: Érica Maciel Paz/River A.C.
  • chegada01.jpg Foto: Érica Maciel Paz/River A.C.
  • chegada00.jpg Foto: Érica Maciel Paz/River A.C.

As duas principais metas do River para 2015 eram o acesso para a Série C do Brasileirão e o título da Série D. São as duas grandes razões para festa da torcida tricolor. 

Mas o pessoal se empolgou com a conquista da vaga para a final, após a cobrança de pênaltis contra o Ypiranga, em Erechim (RS), no último sábado. O carro do Corpo de Bombeiros, reclamado na festa do acesso, apareceu no desembarque da delegação tricolor em Teresina (PI), no final da tarde deste domingo. 

Faltou avisar a torcida sobre a carreata. Os riverinos apareceram em número menor. Mas fizeram festa do mesmo jeito. Até o ex-presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) e Tribunal de Justiça do Piauí, desembargador Edvaldo Moura foi ao aeroporto com a camisa do River. Esse time tem poder!

Foto: Fábio Lima/Cidade Verde

Elizeu Aguiar, presidente licenciado do River, e o desembargador Edvaldo Moura

Ah, faltou avisar também os jogadores do River, que desviaram do caminhão e foram embora abraçados com suas famílias. Todos queriam chegar em casa logo para ver Remo (PA) e Botafogo (PB), confronto que definiu neste domingo o adversário do Galo na decisão. 

Em Belém, o Botafogo ficou no 0 a 0 e garantiu a decisão tricolor da Série D. O campeão será vermelho, branco e preto. Resta saber de onde é ele. 

Horas antes disso, em Teresina, os torcedores que foram ao aeroporto comemoraram muito. O mais abraçado foi o goleiro Naylson, que defendeu dois pênaltis e ainda converteu a cobrança que confirmou a classificação tricolor. 

- A gente sempre falou. Nunca escolhemos adversários. Quem quer ser campeão, não pode escolher adversário. Quem vier, estamos preparados para jogar.

O atacante Eduardo quer outra festa, com o título da Série D.

- Mais uma vez acho que fizemos por merecer essa recepção. Espero que possamos repeti-la na final.

Pequena ou não, com ou sem todos os jogadores, a carreata saiu do aeroporto e seguiu direto da avenida Centenário para a rua Magalhães Filho, chegando até a rua Coelho de Rezende e avenida Frei Serafim. Depois da curva na avenida Miguel Rosa, o percurso foi encerrado. Nada de ponte estaiada. Dessa vez a festa acabou mesmo no quartel do Corpo de Bombeiros, onde o caminhão foi estacionado e ficou esperando ocorrências. Ou, quem sabe, ser acionado daqui a duas semanas, para a festa do título tricolor.

O River ganhou folga. Não vai treinar na segunda-feira. A volta aos trabalhos será na terça-feira, com atividade na academia de ginástica.