Cidadeverde.com

Flávio Araújo exalta luta do River e tem retrospecto em casa a seu favor

Pela segunda vez nesta Série D o River fez dois gols em um jogo fora de casa - a primeira foi na vitória por 2 a 0 sobre o Palmas (TO), no fim da primeira fase do torneio. 

Mas pela primeira vez em toda a temporada, o Galo levou três gols em uma única partida. E todos no segundo tempo. 

O técnico Flávio Araújo comentou assim a derrota por 3 a 2 para o Botafogo-SP, em Ribeirão Preto, pela primeira partida da decisão da Série D. 

- Foi um segundo tempo muito emocionante. Perdemos o jogo, mas estamos no páreo. O jogo de volta é outra realidade. Mas a perspectiva é de outro confronto, já que as duas equipes outra vez mostraram que são as melhores da competição. 

Érica Paz/River A.C.

O treinador fez mudanças importantes. Tirou Esquerdinha e deu mais força na marcação, sem perder a ofensividade. Ao longo da partida, o time cometeu falhas e sofreu os gols. Flávio Araújo fez mudanças e colocou em campo os responsáveis pelos gols do Galo: Célio Codó, autor do primeiro, e Alex Santos, que cobrou a falta que originou o segundo. 

- O torcedor tem que reconhecer isso. Perdemos o jogo. Foi ruim? Foi. Nós estamos chateados, mas o time mostrou vontade, o time mostrou luta. Isso o torcedor está entendendo.

A reação da torcida após a partida mostra que a derrota não fez o River perder apoio. E o retrospecto tricolor no mata-mata em casa ajuda a manter a esperança. Em Teresina, Estanciano (SE) e Lajeadense (RS) foram goleados por 3 a 0. O Ypiranga (RS) levou dois. 

E no Albertão, o River não toma gols desde o dia 16 de agosto, na vitória por 2 a 1 sobre o Imperatriz (MA). Além desse, em sete jogos em casa o Galo só levou outro gol - um contra, na estreia ante o Palmas (TO). E desde a mesma data, o tricolor nunca mais perdeu pontos em casa. 

Após desembarcar no final da tarde deste domingo (8) em Teresina, o River não terá descanso. Os treinos para a final recomeçam na tarde de segunda-feira (9), às 15h45.