Cidadeverde.com

Sapo surdo, Elizeu Aguiar quita salários do River e garante prêmio pelo título

Foto: Érica Paz/River A.C.

A Câmara Municipal de Teresina ficou tricolor. Até mesmo as cerimonialistas vestiram a camisa do River. 

Tudo para homenagear o clube e o técnico Flávio Araújo, agraciado com o título de cidadão teresinense. 

Flávio foi breve em seu discurso. Antônio Aguiar (PROS), vereador que propôs o título, até se emocionou ao lembrar do pequeno filho torcendo pelo Galo. 

Quem foi mais forte mesmo nas palavras foi o presidente licenciado, Elizeu Aguiar. 

Elizeu contou a história de um sapo que queria subir no topo da montanha. Os outros gritavam "não vai", "você vai cair", "você não vai conseguir". O sapo subiu. E depois disso, os que gritavam descobriram que ele era surdo. 

Em 2015, o sapo surdo foi o River, que ouviu de muitos que não daria certo. E deu. 

Elizeu Aguiar fez um agradecimento a Flávio Araújo por ter recusado propostas de Náutico (PE), Paysandu (PA) e Botafogo (PB) - segundo o presidente, o treinador não revelou que tinha recebido convite dos paraibanos, mas descobriu com outros dirigentes. Aguiar disse que Araújo "perdeu dinheiro" para "confiar no projeto"

O presidente contou que conversava com um jornalista após a conquista do acesso para a Série C 2016 e disse a ele ter certeza de que o River seria campeão. Questionado do motivo de tanta confiança, Elizeu respondeu: "porque eu preciso pagar o povo." Arrancou risos dos presentes.

O River tinha três folhas de pagamento atrasadas durante a Série D. Elizeu Aguiar informou ao blog Na Esportiva que a última seria paga na tarde desta quinta-feira (12). Tudo graças ao torcedor. 

Também foi pago o prêmio dos jogadores pelo acesso para a Série C. E o "bicho" pela conquista da Série D. Ele só não comenta os valores.