Cidadeverde.com

Flávio Araújo deixa o River para tentar fazer história no Fortaleza

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Todo bom profissional precisa de desafios. Com Flávio Araújo não é diferente.

O que levaria um treinador que esteve na Série B com o Sampaio Corrêa a assumir um time da Série D? O desafio era bem mais que garantir o acesso do River, mas subir o futebol do Piauí de nível. Isso engrandece qualquer currículo.

Levar o River para a Série B seria outro grande desafio. Mas nada comparável a tirar da terceira divisão o Fortaleza, time de sua cidade natal, que viu Flávio Araújo subir de divisão cinco vezes enquanto amargava a permanência na Série C.

Agora é oficial. Flávio Araújo escolheu a proposta cearense.

O Fortaleza pode ter prometido o céu para Flávio Araújo. Mas nada se compara com a oportunidade de tirar o Leão da fila e superar a desconfiança dos torcedores que acreditam que "santo de casa não faz milagre". Se subir o tricolor do Pici, o treinador entra para a história de novo.

Muita coisa mudou para melhor no Poleiro do Galo, e muito disso pelas exigências do treinador. O futebol piauiense é outro. O River terá dificuldades para manter plantel e montar a nova comissão técnica. Mas é preciso olhar para frente com serenidade e deixar Flávio Araújo seguir seu caminho.

As torcidas de Parnahyba, 4 de Julho, Barras e River já tinham motivos para agradecer. Mas quem ganhou com o trabalho de 2015 foi todo o futebol piauiense.

Obrigado, professor. Até a próxima.