Cidadeverde.com

Flamengo vence amistoso no aniversário de Athirson; técnico quer consertar falhas do time

  • CK8A9541.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9539.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9531.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9525.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9518.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9516.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9515.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9512.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9511.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9510.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9501.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9493.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9490.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9487.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde
  • CK8A9480.jpg Thiago Amaral/ Cidadeverde

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

A manhã começou nublada e até choveu, mas depois o sol surgiu no estádio Albertão e não poupou ninguém. Nem mesmo a Fiel Rubro-negra, que ficou no setor de cadeiras em busca de sombra, ao som de clássicos do rei Roberto Carlos. 

Em campo, ou melhor, ao lado do gramado, o rei era Athirson Mazzoli. O aniversariante deste sábado (16) diz que completa 39 anos com corpo de 22 e energia de 15. 

De presente, o parabéns dos torcedores ao final do amistoso com o time sub-20 do Maracanaú (CE). E o placar de 3 a 1 para a equipe piauiense. 

Deixando passar o lado festivo, Athirson Mazzoli cobrou uma atuação melhor da equipe. Os erros foram anotados e deverão ser corrigidos nos treinos da próxima semana. 

O jogo teve três tempos. O primeiro contou com o time que deve ser o titular no início da temporada: Paulo Sérgio; Diego Fiuza, Leandro, Rafael Santos e Daniel Silva; Matheus Pinto, Éder e Léo Franco, Robertinho, Marcelo Macedo e o xodó rubro-negro Augusto. Essa equipe venceu o primeiro tempo por 3 a 0 e foi aprovada por Athirson não só pelo placar, mas por ter aplicado melhor o que o treinador pediu nos treinos. 

No segundo tempo, vieram a campo Tiago; Gabriel, André Morosini, Leonardo e Cinelton; Cléber, Vitor Recife, Rocha e Calebe; Igor e Caio Eltink. Essa formação tomou um gol do Maranaú e fez Athirson voltar ao banco de reservas, zangado, para mostrar ao primeiro time os espaços que estavam sendo dados ao adversário e erros que não deveriam ser repetidos. 

No terceiro tempo, um misto das duas equipes encerrou a atividade. 

Em duas semanas, o jogo será pra valer. Dia 30, o Flamengo vai a Floriano encarar o Cori-Sabbá, na abertura do Campeonato Piauiense 2016. Até lá, o treinador Athirson tentará fazer seu time jogar com a energia de quem tem 22 anos e a sabedoria de quem chegou aos 39.