Cidadeverde.com

O primeiro teste de público do River em 2016

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Não sei vocês, mas estou encarando esse primeiro jogo do River como o termômetro da torcida para a temporada. É a partida que vai sinalizar se aquele chamego todo de 2015 continua com tudo em 2016, se o amor não era só paixão de momento. 

Depois de por mais de 40 mil torcedores no Albertão, na final da Série D do Brasileirão do ano passado, o River não pode fugir da expectativa de ter uma média de público melhor na temporada 2016.

Foto: Roberta Aline/Cidade Verde/Nov-2015

O primeiro teste do ano será domingo (31), contra o Parnahyba, no maior clássico estadual dos últimos anos - não me venham discutir sobre Rivengo, o Flamengo precisa se reerguer para dar ao jogo o status de outrora. 

A diretoria tricolor anunciou 6.500 ingresos em venda antecipada. Parece pouco se você lembrar os públicos recentes do Galo na Série D. Mas é muito se considerarmos ser raro jogos do Campeonato Piauiense com venda antecipada de ingressos. 

Se forem vendidos todos os ingressos, teremos nessa primeira rodada um público maior até que o da final entre River e Flamengo no ano passado (4.471 pagaram e 5.692 assistiram).

Existem outros fatores que podem ter deixado a diretoria mais cautelosa. A ressaca do Corso, que acontece no sábado (30). O fato de ser fim de mês e muitos estarem com a carteira vazia. 

No começo, achei pequeno o número de ingresos colocados à venda. Mas diante do cenário dessa semana, pode ser um bom começo - e nada impede que mais bilhetes sejam vendidos. Torço para que esgotem e o público cresça a cada partida, para todos os clubes. Afinal, no caso do River, foi o torcedor que garantiu o salário do time. O futebol do Piauí só continuará surfando nessa onda crescente se o torcedor continuar nas arquibancadas.