Cidadeverde.com

Flamengo 0x0 Altos - razões de um empate

Eduardo Frota/Cidade Verde

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

O que é injustiça? 

Torcedores da Associação Atlética Altos gritaram o jogo inteiro no estádio Albertão. Perderam as contas das chances de gol desperdiçadas na noite desta quarta-feira (3). No primeiro tempo, teve até bola na trave.

Fiquei ouvindo atentamente um torcedor do Lagarto preocupado. 

- Vamo já tomar um gol. Futebol é danado pra ter essas coisas. 

Essa sensação veio no segundo tempo. O técnico Athirson tirou Ederson, Robertinho e Léo Franco. Colocou, respectivamente, Dudu, Igor e Rudinei. Depois dessas mudanças, o torcedor de Altos gritava para o treinador Nivaldo Lancuna:

- Perdeu o meio do campo, hein? 

Perdeu mesmo. O Flamengo dominou o setor e equilibrou o jogo. Se não teve grandes chances de ataque, ao menos reduziu as investidas adversárias. 

Do outro lado, a torcida já tinha perdido a paciência com as jogadas paradas pela condição de impedimento de Pantico. Nivaldo Lancuna o tirou de campo ele o atacante parece que não gostou. 

O Flamengo não jogou bem. Ainda tem o desconto de ter entrado em campo com desfalques por conta de registro de atletas - o artilheiro Augusto foi um dos que, de novo, não pode jogar. 

Altos vem do título da Série B Piauiense. Teve a base mantida, está entrosado e vai fazer barulho neste campeonato.  

Mas, afinal, o que é injustiça? Seria o Flamengo fazer um gol? Não. Altos foi tão incompetente nas finalizações que talvez merecesse perder. Ainda que o rubro-negro não merecesse ganhar. Jogando tudo na balança é que a gente entende que o empate foi justo.