Cidadeverde.com

Rodada de aniversários na Quarta-feira de Cinzas

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Carlos Negretti faz aniversário nesta Quarta-feira de Cinzas (10). E não há presente melhor para o treinador que uma vitória do Caiçara, a primeira no Campeonato Piauiense. O problema é que o adversário será o vice-líder Flamengo. A partida começa às 18h no Albertão. Em seguida, o River enfrenta o Cori-Sabbá. 

Quem também ainda está em clima de aniversário é a Sociedade Esportiva de Picos, líder do campeonato após três rodadas. Na segunda-feira (8), dia que marcou os 40 anos de fundação da SEP, teve bolo e chuva de fogos para o Zangão.

Mas o Carnaval acabou e a festa também. 

A SEP teve de arrumar uma segunda casa. Foi punida por confusões envolvendo sua torcida e terá de jogar mais de 100 quilômetros longe de Picos. É certo que a distância para Fronteiras é de 97 quilômetros em relação a Cidade Modelo, mas a partida contra Altos já foi marcada pela Federação de Futebol do Piauí (FFP). Justo contra Altos, time que superou a SEP na final da Série B em 2015, a partida onde as confusões aconteceram. 

Ao invés de reclamar por conta de três quilômetros de diferença, o presidente de Altos adorou a notícia. Fronteiras é a terra natal de Warton Lacerda. O clube já anunciou a presença de torcedores dos vizinhos estados do Ceará e Pernambuco.

No litoral, o invicto Parnahyba tenta vencer a primeira no torneio. Depois de três empates, o Tubarão recebe o Piauí, às 20h, no Pedro Alelaf. Já ajeitaram a iluminação do estádio e a partida será à noite mesmo. Importante para os torcedores que têm medo do Verdinho - alguns dizem que o estádio dá azar e preferem o "Piscinão". 

Voltando para a capital, o River vai poupar os pendurados com dois cartões amarelos. Quer fazer mais testes. E quer guardar força máxima para o Rivengo do próximo fim de semana. O Cori-Sabbá vem de uma goleada de 4 a 0 para a SEP e parece ter mais problemas que o Galo, que fará seu ensaio final antes da estreia na Copa do Nordeste. Difícil a Águia virar Fênix na Quarta-feira de Cinzas, mas futebol é futebol e eu não me arrisco a queimar a língua.