Cidadeverde.com

Capitão quer que River esqueça o passado e foque no Sport-PE

  • capitao10.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao09.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao08.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao07.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao06.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao05.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao04.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao03.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao02.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde
  • capitao01.jpg Foto: Thiago Amaral/Cidade Verde

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Jefferson Silva, o Capitão, volta ao River um ano e meio depois de uma campanha nada feliz na Série D do Brasileirão. Encontra o clube na Série C e na Copa do Nordeste, e em um momento nebuloso. Ele olha para o céu e não sabe se terá de encarar uma tempestade enviada por São Pedro ou a dos problemas que o Galo enfrenta agora. 

Na saída repentina de Zé Teodoro, Capitão chegou para ser auxiliar técnico de um treinador que o River ainda não definiu. Para o jogo contra o Sport-PE, nesta quarta-feira, pesa a seu favor o fato de conhecer parte dos jogadores, com quem trabalhou em 2014. 

- Acredito que a gente possa dar uma parcela muito grande de contribuição, por conhecer os atletas, por saber da qualidade que aqui existe. Esse foi um dos motivos que me fez voltar. 

Para o resto da temporada, é prudente esperar o que Capitão tem a mostrar. Sua passagem pelo River, como auxiliar do então treinador Flávio Barros, durou poucos meses.

Capitão veio com uma mensagem de tranquilidade. Quer que o grupo esqueça o passado e supere a saída de Zé Teodoro. O foco é o Sport na Copa do Nordeste.  

- O River hoje precisa vencer o jogo e nós precisamos estar bem preparados. 

No último treino antes da partida, os volantes Rogério e Kássio participaram do trabalho tático. O meia Thiago Dias e o atacante Fabinho fizeram atividade física em separado e não devem enfrentar o Sport.