Cidadeverde.com

River 2x2 Sport-PE - frustração, mas nem tanto

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

A noite serviu para repetir os clássicos "o jogo só acaba quando termina" e "quem ri por último, ri melhor". E riu o Sport.

Também pudera. A torcida começou a gritar "passei / a mão / na bunda do leão". Leão que, por mais que tenha trazido os reservas para enfrentar o River, é time de Série A do Brasileirão. Não gostou da saliência e deu o troco em campo. 

Era uma noite para Vanderlei. Dois belos gols para o River, em sua melhor atuação em 2016. Ninguém tira mais esse cara do time titular. 

Foto: Wilson Filho/Cidade Verde

Vanderlei no lance do primeiro gol: o cara do jogo

Mas Everton Felipe chutou duas vezes de fora da grande área, e o jogo mudou em apenas quatro minutos. 

Tudo isso minutos depois da torcida do Galo começar a gritar "olé". 

A euforia nas arquibancadas tinha motivo. Era a primeira vez que o tricolor via o River jogar como em 2015. Se até ontem o Galo não lembrava aquele que peitou Fortaleza e Ceará no Nordestão do ano passado, agora chegou bem perto disso. 

Vão dizer que foi a saída de Zé Teodoro, que pediu demissão na segunda-feira. Pode até ser. Mas a subida de produção do River pode ter outros fatores. 

Já houve tempo para o preparo físico melhorar, e isso foi nítido contra o Sport. O time já teve mais pique, demorou mais um pouco para "pregar" em campo. Cansou, é verdade, mas já final do segundo tempo. 

Era também o jogo que todos do time esperavam. A partida de maior visibilidade para o River nesta primeira fase da Copa do Nordeste. Os jogadores deram sangue, não exitavam nas divididas, disputavam todas as bolas. 

Mas o torcedor vai lembrar da saída de Zé Teodoro. Em especial porque Tote, titular de 2015 que estava no banco, fez bom jogo na lateral direita. E porque o volante Gilson Tussi, um dos 11 titulares do ex-treinador e fora de jogo por problemas em um dos tornozelos, não deixou saudades. O volante Rogério voltou de lesão e foi aplaudido.

Se Zé Teodoro não conseguiu encontrar a melhor formação para o River, o interino Capitão pode ter achado. E a torcida gostou. Prova disso foram as palmas no fim da partida. 

A frustração, ninguém pode negar, é enorme. O River iria dividir a liderança do grupo com o Sport. Agora dive a vice-liderança com o Fortaleza, e três pontos atrás. 

Mas a certeza que fica é a de que se o River repetir a atuação de hoje, irá dar trabalho ao Sport na Ilha do Retiro (titulares ou reservas), vai para cima do Botafogo para ganhar três pontos na Paraíba, e jogará tudo contra o Fortaleza no Albertão, em busca de uma inédita classificação para as quartas-de-final. 

Se o jogo só acaba quando termina, a classificação só é definida na última rodada. Até lá, o Galo agora vai torcer para rir por último de verdade. 

River 2x2 Sport-PE
Gols: Vanderlei (2) e Everton Felipe (2)
Copa do Nordeste - Grupo D - 3ª rodada
Estádio Albertão - Teresina-PI - 21h45