Cidadeverde.com

Portuguesa 1x0 Parnahyba - 99% classificado, mas aquele 1%... É gol da Lusa!

Foto: Dorival Rosa/Portuguesa

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

O goleiro Fábio pegou tudo e mais alguma coisa. O Parnahyba fez um primeiro tempo certinho em um jogo que não era lá essas coisas. 

Estádio do Canindé, em São Paulo, vazio. O jogo seria com portões fechados, mas conseguiram uma liminar de última hora para vender... 300 ingressos. Era melhor ter cumprido a punição. Tinha mais gente vendo o jogo em Parnaíba, nos telões montados no estádio Pedro Alelaf. 

O técnico Paulo Moroni jogou com o resultado. Ou seja, jogou por uma bola. O problema é que essa bola poucas vezes surgiu e não foi aproveitada. Mas tudo bem, era só não sofrer gol. 

No segundo tempo, jogo cheio de faltas e jogadores com cartões amarelos, o capitão Luciano leva dois e é expulso. Era uma peça importante do time. Sem ele, o Tubarão não passou mais do meio do campo e teve de aguentar a pressão da Portuguesa. Ineficaz, mas era a Portuguesa. 

E foi assim: o time com a vaga na mão até 40 minutos do segundo tempo. Parnahyba 99% classificado, mas aquele 1% é o gol da Lusa. Um bate e volta pior que pebolim na pequena área. O gol mais chorado do ano, quiça da década. 

Eu imaginava que o time dos salários atrasados, que cogitou greve antes da partida, perderia os nervos na reta final da partida. Bruno Nunes, que entrou no segundo tempo, teve frieza no meio da confusão toda para dar o chute certeiro.

É triste para o Parnahyba, para a torcida que merece muito mais do que tem. Merece avançar na Copa do Brasil, disputar a Copa do Nordeste, que o time centenário apareça no cenário nacional. 

Tomara que a reação no Campeonato Piauiense, que começou justamente após a vitória por 2 a 1 sobre a Portuguesa no jogo de ida, não seja interrompida por esse revés. 

Portuguesa 1x0 Parnahyba
Copa do Brasil - 1ª Fase - Jogo de volta
21h30 - Estádio do Canindé - São Paulo
Gol: Bruno Nunes (40' 2T)