Cidadeverde.com

"Foi mágico", diz Dalton após defender, cobrar pênalti e classificar River

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

- O dia de hoje foi mágico. É difícil até encontrar palavras para esse momento de puro êxtase, na verdade. É uma mistura de sensações, de alegria, de satisfação, por tudo o que esse grupo faz, por tudo o que a gente passa, pelas dificuldades que a gente passa no nosso dia a dia. Mas a gente nunca deixou de acreditar. 

Palavras do goleiro Dalton, que defendeu duas das três cobranças de pênaltis perdidas pelo Goiás, e ainda marcou o gol que classificou o River para a segunda fase da Copa do Brasil. 

- O River merece, o povo do Piauí merece, é um povo humilde, simples, mas que não deixa desistir jamais. O que a gente fez hoje é para a história do River, para a história do povo piauiense. 

Dalton repetiu a façanha de Naylson, poupado do jogo de hoje por conta de uma virose. O goleiro disse que sempre respeitou o colega de clube e torce por sua recuperação. O reserva admitiu ter ficado preocupado com seu pouco ritmo de jogo, mas conseguiu dar conta de tudo. Tanto que ainda teve sangue frio para cobrar o último pênalti. 

- Eu tenho certeza que muitos me acompanharam naquele momento em que eu fui bater o pênalti. Sinceramente, nem nos meus maiores sonhos eu imaginava uma noite como esta. Eu tenho que deixar bem claro que tudo o que eu fiz hoje pelo River, pelos meus companheiros, foi porque eles me ajudaram e porque eles me deram essa segurança, essa tranquilidade. Mas principalmente, a glória do que eu fiz hoje é para Deus, pertence a Ele, porque sem Ele nada seria. 

Veja a cobrança decisiva que classificou o River: