Cidadeverde.com

"Que palhaçada" ou "Até que enfim, acabou"?

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

Tudo começou quando o Paulo foi escalado pelo Altos depois de receber o terceiro cartão amarelo. 

Sim, vou ser chato. Vamos voltar para a historinha lá do começo. 

Paulo tomou dois amarelos em um turno e mais um no outro. O Tribunal de Justiça Desportiva entendeu que o regulamento é omisso ao dizer se os cartões são zerados de um turno para outro. Altos foi inocentado sem ser nada inocente. 

Regulamento Geral de Competições da FFP
Art. 50 – Perderá a condição de jogo para a partida oficial subsequente da mesma competição, o atleta advertido pelo árbitro a cada série de três (3) advertências com cartões amarelos, independentemente da sequência das partidas previstas na tabela da competição.

Pela regra, o TJD parece ter entendido que o 1º turno é uma coisa e o 2º turno é outra. Apesar do mesmo regulamento citar que o campeonato é um só e tem quatro fases. É confuso, mas é isso mesmo. 

Regulamento do Campeonato Piauiense 2016
Art.7º. – O Campeonato será disputado em dois turnos distintos no sistema de pontos corridos, sendo que no 1º (Primeiro) turno, denominado Taça Estado do Piauí, teremos os jogos de ida e no 2º (Segundo) turno, denominado Taça Cidade de Teresina os jogos de volta, isso em 04 (quatro) fases: Fase I - Classificatória, Fase II - Semifinal , Fase III – Final de Turno, Fase IV – Final do Campeonato, tendo seu início no dia 30 de janeiro de 2016 e com término previsto para o dia 08 de maio de 2016. 

Quem deixou de escalar jogador por conta dos cartões nos dois turnos, passou a seguir a decisão do TJD. Foi o caso do River, que escalou o Rogério na semifinal do returno, contra o Parnahyba.

Você passa a vida toda sem estacionar em um local proibido. Aparece um juiz e anula a multa de alguém que estacionou no mesmo lugar. No dia seguinte, você vai lá com seu carro e faz o quê?

O Parnahyba moveu ação para punir o River por ter imitado o Altos, que já tinha sido inocentado. Tava na cara que o TJD iria inocentar o Galo também. A decisão foi o primeiro ato da noite desta quinta-feira (2). 

Mas o Tubarão vai recorrer ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Vai que lá eles possuem uma opinião diferente do tribunal piauiense. 

Pode até ser. E é legítimo que o time do litoral recorra. Mas duvido que o STJD venha a punir o River se o mesmo alegar que tinha aval do TJD para fazer o que fez. Teria de punir Altos também, e aí teríamos uma lambança maior que a que já temos agora. 

Segundo ato. 

Altos errou pela segunda vez. Escalou Vitor Bafana na decisão do returno, vitória por 3 a 1 contra o River. Dessa vez, todos os cartões foram no mesmo turno, ainda que em fases diferentes - classificatória, semifinal e final. 

O TJD, aquele que decidiu que o regulamento é omisso quanto a zerar cartões de um turno a outro, entendeu agora que o regulamento é claro e a punição tinha de ser cumprida. Agora valeu isso aqui:

Regulamento Geral de Competições da FFP
Art. 50 – Perderá a condição de jogo para a partida oficial subsequente da mesma competição, o atleta advertido pelo árbitro a cada série de três (3) advertências com cartões amarelos, independentemente da sequência das partidas previstas na tabela da competição.

Interessava se era de um turno a outro, mas não interessa se foi em semifinal e/ou final. 

Eu vou colocar aqui os regulamentos, porque eu também li, reli e não encontrei em nenhum momento algo que diga: "os cartões não zeram nas semifinais e/ou finais de turno" e nem "só é punido o jogador com três cartões dentro do mesmo turno". Eu encontrei, de novo, foi isso aqui, ó:

Regulamento do Campeonato Piauiense 2016
Art.7º. – O Campeonato será disputado em dois turnos distintos no sistema de pontos corridos, sendo que no 1º (Primeiro) turno, denominado Taça Estado do Piauí, teremos os jogos de ida e no 2º (Segundo) turno, denominado Taça Cidade de Teresina os jogos de volta, isso em 04 (quatro) fases: Fase I - Classificatória, Fase II - Semifinal , Fase III – Final de Turno, Fase IV – Final do Campeonato, tendo seu início no dia 30 de janeiro de 2016 e com término previsto para o dia 08 de maio de 2016. 

Se os turnos são distintos, as fases também são distintas. 

Aqui estão os links dos regulamentos geral e específico. Meus professores diziam que eu sempre fui muito bom de interpretação de texto. Mas não sou jurista e estou disposto a aprender. 

O fato, meus amigos, é que Altos foi condenado - e creio que merecidamente. Pela decisão anterior, creio que deveria ter sido inocentado. Mas como nenhum dirigente se dignou a acompanhar o julgamento, é provável que o clube não vá recorrer. Já foi vergonhoso para o Jacaré se livrar da primeira punição mesmo sabendo que foi displicente. Tentar rever a decisão usando a mesma brecha do caso anterior seria prolongar constrangimento.

Altos errou nos dois casos. Errou feio. Amadorismo. Decisão nenhuma que seja a favor do clube vai apagar isso.  

E no ato final, os sentimentos se misturam. O que é melhor: buscar a justiça a todo custo, como tenta o Parnahyba? Ou acabar logo de uma vez com essa palhaçada e dar por encerrado o Campeonato Piauiense, sem gol do título, sem as emoções da partida final e, principalmente, sem que o vencedor tenha ganho o jogo dentro de campo?

O arrastar de um torneio que deveria ter acabado no dia 15 de maio me faz pensar na segunda alternativa. Mas eu gostaria muito de saber o que o STJD tem a dizer sobre essa lambança toda. Nem que sirva somente para gerar jurisprudência para evitar lambanças futuras.