Cidadeverde.com

River 1x2 Confiança - procura-se o bom e velho Galo

Fábio Lima
fabiolima@cidadeverde.com

É um filme em cartaz no Albertão desde o início da Série C do Campeonato Brasileiro: o River toma um gol, reage, mas perde a partida por um gol de diferença, tomando gols pelas laterais. 

Foi assim no 3 a 2 para o América (RN), no 2 a 1 para o Remo (PA) e agora no 2 a 1 para o Confiança (SE). 

Faltam 12 rodadas. Mas um terço do campeonato já foi embora. E o River é o lanterna do seu grupo na Série C. 

E na tarde deste domingo (26), a coisa ficou preocupante. Não pelo resultado, pela derrota, pela posição no torneio, nada disso. O problema agora é que o futebol do River sumiu. 

Foi o pior jogo do Galo na Série C. Talvez o pior do ano. O time vibrou menos, jogou menos. Parecia desmotivado. Jogadores não se entendiam. Júnior Xuxa chegou a bater boca com Amarildo por conta de posicionamento. 

Já era de se esperar um jogo difícil com o ex-lanterna. O Confiança não é time ruim. Problema foi o River, que não foi nem o River de atuação mediana do Campeonato Piauiense. Abaixo da própria média. E muito abaixo da média de quem briga para seguir no torneio. 

O River tem 12 rodadas para fugir do rebaixamento. É a realidade do momento. E por conta disso, tem menos tempo ainda para se reencontrar, voltar a ser o tricolor que o torcedor conhece. 

A impressão deixada pelo time tricolor hoje é de que o problema maior agora não é tático ou físico. A missão de Vica agora é dar ânimo ao grupo.