Cidadeverde.com

Sarah Menezes descarta cirurgia e volta ao Piauí em setembro



RIO DE JANEIRO 6/8/2016 - JUDÔ FEMININO 48 KG - Competição da equipe olímpica de Judô, na Arena Carioca 2. Luta de repescagem entre a atleta Sarah Menezes contra a atleta da Mongólia, Munkhbat. Foto: Marcelo Pereira/Exemplus/COB

Sarah Menezes não tinha um histórico de lesões até a luxação sofrida nos Jogos Olímpicos, cena que assustou o Brasil inteiro. Mas a judoca afirmou ao Cidadeverde.com que não precisará fazer cirurgia, mesmo após seu braço direito ter saído do lugar no torneio de judô da Rio 2016. 

O braço está imobilizado desde o dia da luta, 6 de agosto. Sarah Menezes vai tirar a proteção na próxima sexta-feira (26). 

A campeã olímpica de 2012 terá de fazer fisioterapia por três meses.


10/08/2016- RIO DE JANEIRO - Espaço Time Brasil, localizado no Sopping Via Parque. Em destaque, a atleta Sarah Menezes e Ginga, o mascote do Time Brasil. Foto: Ana Patrícia/COB

 

Nas contas da própria judoca, o braço saiu três vezes do lugar no confronto com a mongol Urantsetseg Munkhbat, pela repescagem da categoria até 48kg. Ambas terminaram o torneio sem medalha. 

Como o braço imobilizado não podia encarar a chuva da noite de ontem (21), a judoca ficou de fora da cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos, no estádio do Maracanã. 

Ainda na Cidade Maravilhosa, a piauiense tem aproveitado a companhia do namorado Loïc Pietri. O francês foi campeão mundial de judô em 2013, no Rio de Janeiro. De volta ao Brasil, não passou da primeira luta na Rio 2016.

O retorno ao Piauí está previsto para setembro. Sarah Menezes, que se mudou para o Rio de Janeiro por conta da Olimpíada, voltará a morar em Teresina. 

Já a volta ao judô vai demorar. O momento agora é de férias e recuperação do braço direito.