Cidadeverde.com

Sem salário, sem treino no River

Foto: River A.C.

Imagem de arquivo. Não teve treino hoje.

Depois da derrota por 1 a 0, no domingo, para o Salgueiro (PE), o River deveria ter voltado a treinar ontem (13). 

Deveria. Não voltou. 

A ordem entre os jogadores é não treinar enquanto a diretoria não resolver a pendência dos atrasos nos salários.

Na tarde desta quarta-feira (14), o campo do centro de treinamento tricolor não viu uma alma penada. Só o fantasma do rebaixamento para a Série D, inquilino que fica em definitivo até o ano que vem. 

A situação é a mesma da semana passada, quando o time só voltou a treinar após uma negociação com a diretoria na quinta-feira, dois dias antes do embarque para a partida contra o Salgueiro (PE). 

Hoje, o clube soltou uma nota confirmando a suspensão nos treinos e informou que "a diretoria segue tentando resolver os problemas financeiros, trabalhando nos bastidores".

Em 2015, o River pagou o que não tinha para subir para a Série C. Conseguiu o acesso, a torcida chegou junto  e quitou as despesas lotando as arquibandas do Albertão. 

Em 2016, o River pagou o que não tinha para, pelo menos, ficar na Série C. Não conseguiu. A torcida não lotou nem o Lindolfo Monteiro. As dívidas se acumulam. 

E até agora ninguém sabe se vai ter time em campo domingo (18), contra o Cuiabá, na despedida da Série C. O jogo será às 19h no Lindolfinho.