Cidadeverde.com

Menos bilheteria x Chance de classificação: o River na Copa do Nordeste 2017

Depois de dois anos enfrentando seguidamente o Fortaleza, além de jogos com Ceará e Sport, o River caiu em um grupo mais light na Copa do Nordeste. 

Exceto pelo Sport, os adversários do tricolor piauiense não são tão atrativos em termos de bilheteria. A tendência é que o Galo, que já sofreu com a baixa presença da torcida em 2016, não repita públicos com mais de 10.000 pessoas contra Sampaio Corrêa (MA) e Juazeirense (BA). 

Em compensação, as chances de uma inédita classificação para as quartas-de-final se tornam mais palpáveis - isso se o River repetir em campo seu desempenho das duas últimas edições do torneio. 

Após o sorteio, o presidente Elizeu Aguiar falou em renovação de adversários, que a torcida terá novos clubes para assistir. 

O Juazeirense esteve aqui um dia desses enfrentando o Altos pela Série D do Brasileirão. E levou taca. 

O Sampaio corre risco de rebaixamento para a Série C, veio a Teresina enfrentar o Flamengo pelo Nordestão e disputou amistoso com o River há dois anos. 

Para o torcedor piauiense, não é tão novidade assim. 

Particularmente, o que penso ser importante para o tricolor é formar uma boa base para a temporada e subir para a Série D. Ou seja, repetir o sucesso de 2015. Se isso acontecer, passar de fase com esse grupo na Copa do Nordeste será consequência. E a torcida aparecerá, independente do adversário. 

E outro ponto importante é não achar que será mais fácil por não estar no grupo da morte. Sampaio e Juazeirense imaginam a mesma coisa. 

Elizeu está certo em pensar assim:

- Para nós é indiferente esta questão de adversários porque a Copa do Nordeste é sempre uma competição difícil. Vamos ter pela frente mais uma vez o Sport, time de Série A, e agora o Sampaio e Juazeirense, que também são clubes fortes. O Sampaio é clube de Série B. Então não deixou de ser difícil para o River.