Cidadeverde.com

O irmão do Oswaldo vem aí...

Foto: Macaco Velho MM/Clube do Remo

Irmão mais novo e menos famoso que Oswaldo de Oliveira, hoje treinador do Corinhthians, Waldemar Lemos de Oliveira pode ser uma boa para o River Atlético Clube. 

Apesar de menos conhecido que o irmão, Waldemar Lemos chega com nome forte na região, especialmente por já ter passado por clubes como Náutico (PE), Sport (PE), ABC (RN) e por último o Remo (PA).

Por sinal, o treinador conhece o River, que deu trabalho ao Remo em Belém, em agosto, na vitória paraense por 1 a 0, pela Série C do Brasileirão.

E vale lembrar que o Remo que começou a Série C era horroroso, medonho. Após a chegada de Waldemar Lemos, a equipe mudou. Por um ponto, o time não foi para o mata-mata que valeu o acesso para a Série B. 

O River ainda enfrenta dificuldades financeiras. Precisa pagar mais duas parcelas do acordo feito para quitar os salários atrasados dos jogadores. O nome de Waldemar Lemos pode ajudar tanto na aquisição de novos atletas como na conquista de patrocinadores. 

E com Waldemar Lemos, vai embora o temor da torcida riverina sobre a contratação do novo treinador, gerado especialmente pelo fato de Parnahyba (Fernando Tonet), Picos (Nivaldo Lancuna), Altos (Francisco Diá) e Flamengo (Celso Teixeira) já estarem com seus comandantes definidos há certo tempo. 

Acho que o River acertou. Vai começar com pé direito a próxima temporada. Não pode é errar durante o ano. A torcida vai cobrar o título estadual, uma boa campanha na Copa do Brasil e, principalmente, o retorno para a Série C.

Se o novo treinador conseguir tudo isso, por estas bandas, o Oswaldo é que vai ser lembrado como irmão do Waldemar.