Cidadeverde.com

A Colômbia nos deu uma aula

  • AM_Torcedores-Naciona-Medeli-prestam-homenagem-jogadores-Chapecoense-em-Medelin_00112012016-850x566.jpg Foto: Alcaldía de Medellín
  • AM_Torcedores-Naciona-Medeli-prestam-homenagem-jogadores-Chapecoense-em-Medelin_00212012016-850x563.jpg Foto: Alcaldía de Medellín
  • AM_Torcedores-Naciona-Medeli-prestam-homenagem-jogadores-Chapecoense-em-Medelin_00312012016-850x566.jpg Foto: Alcaldía de Medellín
  • AM_Torcedores-Naciona-Medeli-prestam-homenagem-jogadores-Chapecoense-em-Medelin_00412012016-850x563.jpg Foto: Alcaldía de Medellín
  • AM_Torcedores-Naciona-Medeli-prestam-homenagem-jogadores-Chapecoense-em-Medelin_00512012016-850x566.jpg Foto: Alcaldía de Medellín
  • AM_Torcedores-Naciona-Medeli-prestam-homenagem-jogadores-Chapecoense-em-Medelin_00612012016-850x563.jpg Foto: Alcaldía de Medellín
  • AM_Torcedores-Naciona-Medeli-prestam-homenagem-jogadores-Chapecoense-em-Medelin_00712012016-850x563.jpg Foto: Alcaldía de Medellín
  • AM_Torcedores-Naciona-Medeli-prestam-homenagem-jogadores-Chapecoense-em-Medelin_00812012016-850x638.jpg Foto: Alcaldía de Medellín

Atanasio Girardot lotado dentro e fora. Pessoas vestidas de branco para homenagear todas as 71 vítimas do voo da Chapecoense. Balões brancos e pompas soltos no céu. Mais de 40 mil pesssoas fazendo uma chuva de flores em direção ao gramado do estádio. 

É a Colômbia dando um show de solidariedade, generosidade e fraternidade.

É a Colômbia dando uma aula para o mundo inteiro.

Depois de ver toda a homenagem em Medellín, faz sentido torcidas brigarem nas arquibancadas? O futebol existe mesmo para violência ou para momentos como esse?

Depois da noite de ontem, você vaiaria o hino da Colômbia em qualquer competição esportiva? 

Sinceramente, se um avião lotado de jogadores de um time da Colômbia caísse no Brasil, a reação seria a mesma? Eu acredito que haveria muita generosidade por parte dos brasileiros, mas não vejo Teresina vestida de branco e lotando o Albertão. Talvez agora, depois de vermos esse exemplo, nos esforcemos para externar de forma mais grandiosa a solidariedade que aqui existe. 

São várias lições. Desde como se evitar novas tragédias aéreas ao mais simples: ser mais humano, amar mais o próximo, independente de raça, cor, credo ou nacionalidade. O mundo inteiro precisa aproveitar o momento para aprender alguma coisa.  

E a Colômbia não ensina só neste episódio. 

O acordo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia foi rejeitado por voto popular. 

Ao invés de esbravejarem e cruzarem os braços, oposição e governo sentaram e fizeram uma nova proposta. Pelo bem da Colômbia.  

Ao contrário do Brasil, onde os políticos continuam atacando uns aos outros enquanto brigam para não irem para a cadeia e afundam o país nessa crise. 

Obrigado, Colômbia. Muito obrigado. Tomara que a gente siga os bons exemplos.