Cidadeverde.com

Fundespi analisa pedido para prorrogar prazo da reforma do ginásio Verdão

Foto:Jardenya Bezerra

 

O contrato para conclusão da reforma do ginásio Verdão, em Teresina (PI), termina no dia 31 de dezembro. Mas a empresa responsável pela obra solicitou uma prorrogação no prazo para entrega. A Fundação dos Esportes do Piauí (Fundespi) confirmou ter recebido o pedido, mas ainda não deu resposta. As obras começaram em 2013.

"Nós temos um contrato vigente com a empresa. Estamos única e exclusivamente na mão dos construtores", disse o presidente da Fundespi, Vicente Sobrinho, em entrevista na internet ao radialista Sidney Santos. "Eu já recebi uma proposta de um dos construtores, que pediram a elasticidade desse prazo. Nós não respondemos a eles ainda."

O prorrogamento solicitado seria de 60 dias, segundo noticiado pela rádio FM Universitária. Com isso, a obra seria entregue até o final de fevereiro. Uma vistoria foi realizada na semana passada para verificar se o pedido pode ser atendido. 

"Não é só chegar e dar o prazo. Tem de ter análise, tem de ter parecer. (...) Eu quero trabalhar em cima desse contrato, em cima de normas, leis", acrescentou Vicente Sobrinho. 

O próprio gestor admitiu estar insatisfeito com o fechamento do ginásio, o que fez o Piauí deixar de receber eventos regionais e nacionais. 

"O bom de lá é que a obra está ficando realmente muito boa, muito bonita. Todas as federações vão para lá. Mas eu concordo que está demorando demais, já tá um negócio angustiante. (...) Falta muito pouco, mas não está terminado. Eu quero que termine."

Vicente Sobrinho afirmou ter conhecimento de que falta pouco para a obra ser concluída, como pintura e parte elétrica. 

Bom, se falta pouco, então talvez não seja necessário prorrogar o prazo. Ou será?