Cidadeverde.com

Torcedores solitários acompanham vitória do Cori-Sabbá na Copinha

  • cori-02.jpg Juntos em São Paulo, Karol e Elton representaram a torcida Cori-Chopp
    Fotos: Karol Castro Urquiza e Elton Rodrigues / Torcida Cori-Chopp
  • cori-07.jpg Fotos: Karol Castro Urquiza e Elton Rodrigues / Torcida Cori-Chopp
  • cori-06.jpg Fotos: Karol Castro Urquiza e Elton Rodrigues / Torcida Cori-Chopp
  • cori-05.jpg Fotos: Karol Castro Urquiza e Elton Rodrigues / Torcida Cori-Chopp
  • cori-04.jpg Fotos: Karol Castro Urquiza e Elton Rodrigues / Torcida Cori-Chopp
  • cori-03.jpg Fotos: Karol Castro Urquiza e Elton Rodrigues / Torcida Cori-Chopp
  • cori-01.jpg Fotos: Karol Castro Urquiza e Elton Rodrigues / Torcida Cori-Chopp

Dois torcedores solitários acompanharam a vitória do Cori-Sabbá sobre o Pérolas Negras, nesta sexta-feira (6), pela Copa São Paulo de Futebol Júnior. Karol Urquiza e Elton Rodrigues foram até São Paulo (SP) para apoiar o time de Floriano, que ganhou do time do Haiti por 1 a 0. 

- Só veio eu do Piauí. Os outros são florianenses que moram aqui em São Paulo e nós fomos convidando. - explica Karol Urquiza, que na verdade mora no Maranhão, pois é funcionário público em Alcântara. 

A torcida organizada Cori-Chopp convocou florianenses que moram em São Paulo para acompanhar as partidas. No primeiro jogo, na derrota contra o Nacional (SP), Elton Rodrigues, que mora em Osasco, era o único. Hoje já ganhou a companhia de Karol Urquiza. A expectativa é de mais torcedores no domingo, quando o Cori-Sabbá decide sua classificação contra o Goiás.

E não importa quantos torcedores estão do lado adversário. A empolgação de quem é apaixonado é a mesma. 

- Hoje a torcida era toda do Pérola Negra. Na hora do gol, quando eu subi no alambrado, falei abobrinhas, falei aquelas cobrinhas, eu não aguentei. Foi muito bom. 

Urquiza afirma que a vitória, a primeira de um time piauiense na Copinha desde 2014, serve para ajudar a torcida do Cori a superar os últimos anos complicados, que levaram o time ao rebaixamento no Campeonato Piauiense. E apoia a parceria feita com o clube Talentos 10, de Bauru (SP), que conta com boa parte dos atletas em campo na Copinha. 

O único problema agora é a volta para casa. Se o Cori-Sabbá passar de fase, o que seria inédito para um clube piauiense, o jeito vai ser acompanhar de longe. 

- Se classificar, vou ficar com dó, mas vou ter de ir para casa. A mulher só deixou até domingo, o emprego também. 

Também nesta sexta-feira, River jogou contra o União Mogi (SP) e continua sem pontos na Copinha, após nova derrota por 2 a 1.

 

Colaborou Wellyson Costa