Cidadeverde.com

Stanley Torres luta por vaga na seleção brasileira de judô neste sábado (14)


Stanley e o técnico Queiroz Filho analisam os confrontos após o sorteio. Veja as chaves.

Foram meses de treinamento intenso, sem folga nas festas de fim de ano. O maior desejo de Stanley Torres  é ver esse esforço recompensado neste sábado (14), quando pela segunda vez ele disputa a seletiva para entrar na seleção brasileira de judô. As lutas em Osasco (SP) começam às 9h (horário de Brasília). 

Será a primeira seletiva do projeto Tóquio 2020, visando o novo ciclo olímpico. Stanley é o único atleta do Piauí na disputa em Osasco (SP) - Sarah Menezes foi dispensada, assim como outros judocas com melhor posição no ranking mundial. 

Bronze no Troféu Brasil e Campeonato Brasileiro Sênior 2016, Stanley Torres é um dos treze judocas convocados para a seletiva na categoria Leve (até 73kg). Apenas três vão entrar no ciclo olímpico neste ano. 

O sorteio desta sexta-feira (13) definiu a primeira luta de Stanley contra David Lima, do Rio Grande do Sul. Se vencer, o piauiense irá enfrentar Alex Alves, de Minas Gerais. Ele precisa vencer essas duas lutas para entrar na fase final da seletiva, com os quatro melhores da disputa. Todos irão lutar entre si e apenas um ficará de fora da seleção brasileira em 2017.

O técnico Abdias Queiroz Filho acompanha o judoca em São Paulo e tem boa expectativa de que Stanley possa se classificar.