Cidadeverde.com

Stanley Torres é eliminado na seletiva da seleção brasileira de judô

Paulo Pinto/CBJ

Stanley (de branco) durante sua única luta na seletiva

O judoca Stanley Torres foi eliminado da seletiva Tóquio 2020, a primeira da Confederação Brasileira de Judô (CBJ) visando compor a equipe que disputará a próxima edição dos Jogos Olímpicos. O torneio foi disputado neste sábado (14), em Osasco (SP).

O piauiense foi derrotado ainda na primeira luta por David Lima, do Rio Grande do Sul. Stanley vencia a luta por um Yuko e duas punições do adversário, mas caiu de rendimento do meio para o fim, deixando o confronto empatar. A decisão final foi tomada pelas punições: 3 a 2. 

Stanley comentou sua participação na seletiva, lamentou a derrota, mas disse continuar confiante nas próximas etapas.

"Eu lutei mal, até comecei bem mas caiu o ritmo. Perdi pra mim, estava muito nervoso durante a luta e infelizmente não fiz nada do que treinei. Agora é erguer a cabeça e treinar mais. Tem mais uma etapa no fim do ano, o sonho continua", declarou o judoca.

Com a derrota, o piauiense foi eliminado do torneio sem disputar a fase final. Ele terá de ir ao pódio em novas competições para somar pontos no novo ranking criado pela CBJ e ter direito a participar da seletiva do próximo ano. 

O Piauí segue na seleção brasileira com Sarah Menezes, que subiu da categoria ligeiro (48kg) para a meio-leve (52kg) e agora terá de brigar pela titularidade com Érika Miranda, vice-campeã mundial em 2013.