Cidadeverde.com

Família, lágrimas e seleção brasileira: a apresentação de Rômulo no Flamengo

  • 20170116123312_810.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123254_271.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123242_178.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123230_404.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123218_545.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123206_314.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123153_690.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123141_648.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123127_727.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123113_858.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123101_608.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123050_603.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123038_635.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123027_902.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123015_890.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116123004_468.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122952_215.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122941_118.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122922_599.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122911_202.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122858_17.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122847_192.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122840_232.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122833_653.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122828_335.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122821_79.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122811_504.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122800_830.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122749_506.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122737_610.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122724_335.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122712_903.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122703_600.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122653_285.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122642_743.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122633_130.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122624_386.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122612_28.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122601_347.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122550_239.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122538_736.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122514_342.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122502_765.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122438_716.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122401_78.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122334_819.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122327_244.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo
  • 20170116122306_857.jpg Fotos: Gilvan de Souza / Flamengo

Apresentado oficialmente na manhã desta segunda-feira (16), o piauiense Rômulo respondeu jornalistas sobre sua chegada ao Clube de Regatas Flamengo, com o qual o volante assinou contrato de quatro anos. 

Um dos momentos mais marcantes da entrevista foi quando perguntaram sobre o time do pai de Rômulo, seu José Willame. O jogador lembrou da família, dos amigos e da infância em Picos, Sul do Piauí, e não conteve as lágrimas. 

 

Leia os trechos mais marcantes da entrevista:

Time do pai
Meu pai é flameguista, tem alguns amigos muito proximos que são flamenguistas. A partir de hoje é começar a temporada com a (camisa) 27 e com fé em Deus poder dar muita alegria.

Parte física
Estou me sentindo bem. Venho de um período de férias também, o campeonato na Rússia terminou dia 5 de dezembro. E nas férias, sempre que podia eu estava tentando fazer alguns treinamentos, até para não chegar e começar do zero. Acho que isso foi importante. 

Vaga de titular
Em qualquer clube vai existir essa disputa sadia a cada dia de treinamento. Até porque todos querem jogar. Muito se fala de eu estar disputando vaga só com o Márcio Araújo ou só com o William Arão, não sei. Mas independente disso, eu vou estar buscando o meu espaço e eles vão estar buscando o deles. 

Vascaínos chateados
Sempre vejo, sim, alguns torcedores me criticando. Mas no futebol existem essas coisas. Quando eu demonstrei interesse de querer voltar para o Brasil, o Flamengo foi o primeiro clube que estendeu a mão, que queria contar comigo no seu elenco. Não pensei duas vezes, porque o Flamengo é um grande clube, ainda mais com a estrutura que está proporcionando aos jogadores. 

Vasco não fez proposta
Não, para mim não chegou nada do Vasco. E é como te falei: quando demonstrei interesse de querer voltar, até por ter trabalhado com o Rodrigo (diretor executivo de futebol) antes, eu por conhecer ele e o caráter dele, foi muito decisivo. 

Vida no Piauí
Meu pai é José Willame. Quando eu falei pra ele, ele faltou foi chorar, emocionado, porque a minha cidade é muito pequena e quando eu falo da minha família eu me emociono porque... Emoção muito grande de estar saindo da minha cidade. É muito difícil sair de lá, é uma cidade pequena do Piauí. E estar realizando não só o meu sonho, mas o sonho de outras pessoas também, que estão junto comigo: meus amigos, minha família. Acho que isso é o mais importante: dar orgulho para eles e possívelmente, com fé em Deus, dar orgulho ao torcedor flamenguista. 

Estrutura do Flamengo
Quando optei por vir para cá, já tinha escutado que tinha mudado muitas coisas aqui e que realmente a estrutura está bem acima do que temos aqui no Brasil. Acho que isso pro jogador é fundamental. 

Adaptação
Creio que é mais difícil quando o jogador sai do Brasil pra fora. Acho que quando volta é mais em relação a quantidade de jogos, que aqui é muito mais do que lá fora. Mas com as condições que o Flamengo está proporcionando, isso vai ser muito importante, para cada jogador estar 100% para defender as cores do Flamengo.

Voltar para a seleção
Claro que isso é sempre um ponto de grande relevância, ainda mais jogando no Flamengo, que é um clube de grande visibiliade. Da minha parte, não vai faltar vontade e comprometimento, tanto para dar alegria ao torcedor flamenguista como para poder chegar na seleção. Isso é o sonho de qualquer jogador e pra mim agora vai ser o meu principal ponto de referência. 

Infância no Piauí
Quando eu morava em Picos, criança ainda, a minha vida era só jogar bola. Tomava café da manhã e já ia jogar bola, almoçava e já ia jogar bola de novo. Não procurava saber tanto de futebol profissionalmente porque, pô, eu era criança. Mas quando decidi seguir essa vida de querer ser jogador de futebol, pra sair da minha cidade, no interior do Piauí, é muito difícil. Por isso eu me emociono, porque lá tem vários jogadores que não têm oportunidade de sair da cidade. E graças a Deus eu tive essa oportunidade.