Cidadeverde.com

Buscas por novo treinador do River voltam à estaca zero: 'Não está fácil'

- Teve um treinador que a gente tinha avançado muito nas negociações, mas na hora não deu certo. Voltou tudo para a estaca zero. 

A declaração do presidente Elizeu Aguiar ao Cidadeverde.com é um banho de água fria para a torcida e a própria diretoria, que esperava anunciar o substituto de Waldemar Lemos após o Carnaval. O que parecia perto agora é improvável de acontecer nas próximas 48 horas.

A quarta-feira ainda será de cinzas e intensificação nas buscas por um nome que agrade jogadores, diretoria e torcida. O que Elizeu Aguiar não pretende é ficar refém das pressões externas. Já basta a pressão de saber que precisa anunciar um treinador o quanto antes. 

Foto: Victor Costa/River A.C

Elizeu Aguiar entre os auxiliares técnicos Tales Rodrigues e Lucas Andrade, que seguem interinos

A diretoria sabe que é pressionada pela torcida para anunciar logo um nome. Mas sabe a cobrança que terá no futuro se contratar errado. 

- Não está fácil, não. Não vou mentir. E não podemos trazer de qualquer jeito e de repente ter que demitir de novo. 

Elizeu Aguiar, que passou o Carnaval no interior do Piauí, admite que o feriado prolongado atrapalhou as buscas. Além disso, um dos fatores que dá mais trabalho ao River é que nomes cogitados já estão empregados ou acordados com outras equipes.

É o caso de Flávio Araújo. Treinador do acesso do River para a Série C do Brasileirão em 2015, ele deve ser anunciado por um novo clube nos próximos dias - informação antecipada pelo Acorda Piauí, da rádio Cidade Verde, na semana passada. Além do fato de ele, segundo o presidente do River, estar acima das condições financeiras atuais do Galo.

Um outro nome que o Cidadeverde.com ouviu nos corredores do futebol foi o de Ney da Matta, que subiu o Boa Esporte (MG) para a Série B do Brasileirão no ano passado e foi demitido recentemente do Guarani (SP). Elizeu Aguiar admitiu que foi um dos nomes estudados, mas não teria chegado a existir negociação. 

Fora isso, tudo continua sob sigilo. E sem previsão de anúncio de um novo treinador. A diretoria evita dizer, inclusive, os nomes de quem negociou com o clube e não chegou a acordo.

Tudo isso só fortalece o aumento de especulações. Chegaram a ventilar que o vice-presidente Júlio Arcoverde teria viajado a São Paulo para acertar com o novo técnico. O deputado estadual disse ao Cidadeverde.com que viajou foi pra curtir o Carnaval mesmo. 

 

E enquanto isso, os auxiliares Lucas Andrade e Tales Rodrigues continuam a comandar os treinos do Galo, mas sem previsão de efetivação. 

Haja ansiedade, torcedor tricolor!