Cidadeverde.com

Com técnico novo, Altos embarca para desafio contra o Bahia

  • altos-07.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • altos-06.jpg Esquerdinha é um dos destaques do Altos
    Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • altos-05.jpg Manoel quer desencantar e marcar gols no confronto decisivo
    Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • altos-04.jpg Rodrigo deve ser escalado como titular no gol
    Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • altos-03.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • altos-02.jpg Ruy Scarpino, novo treinador do Altos
    Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • altos-01.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde

Embarque em Teresina (PI) com escala no Rio de Janeiro (RJ) antes de chegar a Salvador (BA). Parece roteiro de turista no Carnaval, mas é o Altos, que embarcou no início da tarde desta quarta-feira (1º) para o jogo com o Bahia. As duas equipes se enfrentam nesta quinta (2), às 21h30, pela Copa do Nordeste, em partida que pode valer a liderança do Grupo B. 

A saída do técnico Francisco Diá é coisa do passado, assim como o Carnaval. Ruy Scarpino já embarcou com o time e não pretende fazer mudanças drásticas para o confronto fora de casa. 

- É uma equipe de potencial, de jogadores com qualidade e a gente chega aqui com muita confiança, acreditando muito na condição de fazer um grande trabalho aqui e de primeira mão buscar um resultado positivo fora de casa para se preparar para uma classificação na Copa do Nordeste. 

O meia Esquerdinha acredita que a chegada do novo treinador muda o ânimo dos atletas, em especial de quem estava no banco de reservas. 

- Quem não vem jogando se motiva um pouco mais para buscar lugar no time. Quem vem jogando tem de continuar mostrando serviço para que continue jogando. Sabemos da dificuldade que vamos enfrentar, mas a equipe está focada e vamos fazer uma grande partida e conseguir surpreender. (...) No mínimo, sair de lá com um ponto. 

Quem estava no banco e terá oportunidade é o goleiro Rodrigo. Com a saída de Alex Alves para o Sampaio Corrêa (MA) junto com Francisco Diá, o jogador deve assumir o posto e ter Dida, que volta após cirurgia, como reserva. 

- É um jogo difícil, não é um jogo comum. Mas aqueles que querem vencer, tem de vencer os jogos difíceis. É uma oportunidade boa. A gente vai lá para representar o Altos da melhor maneira possível. 

O Altos soma 3 pontos no Grupo B, contra 6 do líder Fortaleza e 5 do Bahia, que assume a primeira posição com um empate por ter saldo de gols melhor que os cearenses (2 contra 1). O Jacaré pode até tomar a liderança, desde que vença por dois gols de diferença.