Cidadeverde.com

Flamengo 1x1 River - quem erra menos, vence

Foto: Wilson Filho/Fla-PI

William comemora o gol de empate do Flamengo, que levou a melhor com o empate no clássico

Virou a frase da semana: clássico é clássico, jogo difícil e vence quem errar menos.

Em dois minutos, dois erros de marcação, um de cada lado: primeiro do River, depois do Flamengo. E placar definido ainda no primeiro tempo. 

Aos 24 minutos, quando Humberto recebeu a bola sozinho e todo mundo em campo parou, nem ele parecia acreditar. Mesmo assim, teve frieza para tocar por cima de Santos. Mansamente, a bola encobriu o goleiro. Gol frio, calculista, quase humilhante. 

A festa riverina acabou dois minutos depois. Marcação tricolor chegou atrasada, William apareceu na grande área e cabeceou após o cruzamento da direita. River levando gol de jogada aérea... A gente já viu esse filme em 2017 outras vezes.

Pelo volume de jogo dos dois times, muitos vão dizer que o River foi melhor. Quem analisar que equipe usou melhor sua estratégia, vai falar que o Flamengo foi mais eficiente. E foi a torcida rubro-negra que comemorou o empate como se fosse uma vitória.  

Cícero Monteiro chegou depois do Carnaval e sabia de suas limitações, com poucas opções no banco de reservas. O novo treinador rubro-negro sabia também que o River viria com três atacantes. Assim, o Leão foi armado defensivamente para não dar descanso a Viola e companhia, sem deixar de assustar a defesa tricolor.

O River levou a pior duas vezes. Primeiro porque teve mais chances reais de gol e falhou nas finalizações: no segundo tempo o time acertou o travessão em uma cobrança de falta e Júnior Paraíba ainda perdeu um gol feito, sozinho, debaixo da trave. 

O Galo também sai no prejuízo porque o empate foi mal negócio - é o terceiro do time em quatro jogos no Campeonato Piauiense. O River time pode fechar a antepenúltima rodada do 1º turno fora da zona de classificação para as semifinais.