Cidadeverde.com

Renê diz que árbitro o deve desculpas; Flamengo tira onda com pênalti

Um árbitro deveria pensar duas vezes antes de errar um lance de futebol contra um jogador picoense. Quando você vai mais para o Sul do Piauí, o clima esquenta - e não é por conta do sol. 

No clássico entre Flamengo e Vasco, os rubro-negros venciam por 2 a 1 até o árbitro encontrar uma mão na barriga do Renê. O cara ficou fulo da vida e com razão. 

 

 

 

Pênaltis no Vasco é gol do Nenê, todo mundo sabe disso: terminou 2 a 2. 

Na saída do campo, o jogador piauiense tava furioso e desabafou na entrevista ao canal pago PFC. 

- Se a bola tiver batido na minha mão, eu não quero mais jogar futebol na minha vida. E o que eu pedi a ele foi quando ele ver na casa dele, ele tenha pelo menos a coragem de me pedir desculpas. Só isso que eu pedi a ele.

O técnico Zé Ricardo tentou amenizar. Na coletiva de imprensa, disse inclusive que Renê fará uma boa briga pela titularidade na lateral esquerda quando Trauco voltar da seleção peruana. 

- Isso não muda em hipótese nenhuma a avaliação que a gente tem do atleta. É um atleta extremamente dedicado, está muito bem na posição dele. O Miguel, quando retornar, hoje ele é titular da posição, mas a evolução do atleta (Renê) é nítida. Melhor pro Flamengo que vai com certeza ter um atleta sempre motivado, buscando a sua condição. 

Nas redes sociais, o Flamengo tirou onda. E esse lance vai render a semana toda.