Cidadeverde.com

Lancuna diz que Piauí não é 'mosca morta' e pede cuidado com o lanterna

Fotos: Wilson Filho/Fla-PI

No domingo (9), o Flamengo tentará engatar uma boa sequência no Campeonato Piauiense e afastar de vez a imagem deixada pelo mau desempenho nos jogos anteriores. Depois de vencer Picos fora de casa, o rubro-negro tentará, contra o Piauí, a segunda vitória seguida no returno. 

Vencer mais de uma partida seguida é algo que o Flamengo ainda não conseguiu fazer em 2017. O técnico Nivaldo Lancuna, que falou em matar um leão por jogo, já derrubou o primeiro. Para o segundo, o treinador citou outro animal, mas continua tratando o Piauí como um dos leões a serem batidos. 

- Se nós formos pensar que o Piauí é mosca morta, isso é coisa que não existe. 

E como o zagueiro Anderson Alagoano lembra, a vitória pode valer o topo da tabela para o Leão. Por isso, todo cuidado com o lanterna é pouco. 

- É uma equipe jovem, que sempre busca o gol. Conheço alguns jogadores e temos que ter cuidado. É o jogo que pode nos dar a liderança. 

No treino da tarde desta terça-feira (4), o zagueiro Sadan também pregou cuidado com o próximo adversário. E demonstrou que o clima é diferente após a vitória sobre Picos. 

- É outra história, outra cara do time, e a cada dia que passa a equipe está unida e focada em um só objetivo, que é ganhar o 2º turno.