Cidadeverde.com

Candinho se diz envergonhado e quer dar volta por cima com Picos

A Sociedade Esportiva de Picos é um dos poucos times que não conseguiu vencer em casa no Campeonato Piauiense. O lar doce lar do Zangão era o Lindolfo Monteiro, onde ganhou seus únicos jogos no torneio enfrentando equipes da capital. 

Se o time venceu Flamengo e Piauí em Teresina, poderia fazer o mesmo com o River, ontem à noite. Não deu certo: Galo 3 a 0.

Com a segunda derrota seguida no 2º Turno, Picos tem mais quatro jogos para se reabilitar e seguir na briga pelo título. E o time formado para ser campeão piauiense está mais perto da zona da degola do que da de classificação. 

Foto: Fábio Lima/Cidade Verde

O atacante Candinho, que marcou três dos oito gols do Zangão no torneio, fechou o grupo após a derrota, ainda no gramado. A conversa foi séria e, segundo ele, vai ajudar a garantir a unidade do time no momento difícil. 

- Só quem pode reverter é a gente. A gente não pode inventar desculpa, "ah, por causa disso, por causa daquilo". Perdeu um, perdeu todo mundo. 

Para Candinho, Picos tem desperdiçado chances, às vezes por querer "fazer de todo jeito o gol". O técnico Paulo Moroni terá de trabalhar com os jogadores não só as finalizações, mas a tranquilidade para alcançar as vitórias. 

- Eu me sinto envergonhado por isso, eu não quero isso. Eu, graças a Deus, por onde passo, alcancei mais objetivos. E aqui eu não desanimo, não. Eu falei para a rapaziada: a gente perdeu, mas só quem pode dar a volta por cima é a gente.

O atacante disse que era fundamental ter vencido o Flamengo. Perdeu por 2 a 0. Depois, era fundamental vencer o River. Agora a missão fundamental será sábado (8), às 17h, fora de casa, contra o Parnahyba.