Cidadeverde.com

TJD vai julgar suposto 'cai cai' do Piauí. Não é mais novela: é minissérie

Vai começar uma nova novela no Campeonato Piauiense. Ou melhor, minissérie, porque já marcaram o último capítulo para a próxima terça-feira (2). 

A denúncia de suposto "cai cai" do Piauí no empate com o River em 1 a 1 será julgada pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Piauí (TJD-PI). 

Foto: Victor Costa/River A.C.

O clube pode ser enquadrado no artigo 205 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva, que pune com multa e perda dos pontos o time que " Impedir o prosseguimento de partida, prova ou equivalente que estiver disputando, por insuficiência numérica intencional de seus atletas ou por qualquer outra forma".

No jogo do dia 16 de abril, o Piauí teve três jogadores expulsos. Nos últimos minutos, quando o River tinha uma falta perto da grande área a seu favor, dois atletas do rubroanil deixaram o campo e a partida foi encerrada. 

Na ocasião, o time tricolor reclamou de encenação. O presidente do Enxuga Rato, Jacob Júnior, negou e disse que só o médico do clube poderia dizer se o jogador tinha condições de continuar em campo. 

Vale mesmo o que está na súmula. E o árbitro Antônio José Lopes Trindade de Sousa - que veio depois a ser afastado dos gramados por sua atuação no jogo - assinalou relato do médico atestando a saída de Cinelton por falta de condições físicas. Já Nil deixou o campo alegando cãimbras e, após ser atendido, ficar de pé e ser chamado pelo juiz para retornar, "o mesmo não retornou, e saiu caminhando pela lateral em direção ao banco de reservas". 

O atleta pode até não ter condições de continuar no jogo e sair caminhando. Contudo, mais que o gesto considerado suspeito, talvez pese mais a falta de um relato sobre o médico atestando que Nil não tinha mais condições de atuar. 

Com isso, a liderança do returno pode ficar em aberto, pois o River ainda pode somar pontos e passar do Altos mesmo empatando com o Jacaré na sexta-feira. 

Picos, que não joga mais, pode escapar do rebaixamento. 

A classificação para as semifinais também ficará pendente. O Flamengo, com chances pequenas, pode ficar vivo na disputa. 

Ou o julgamento pode não servir para quase nada. Vai que o Piauí ganha do 4 de Julho - para alguns times, além de perder o ponto no tribunal, o rubroanil também tem de ser derrotado na última rodada. 

Dos males o menor: o TJD deu celeridade ao caso e vai julgar a questão logo. Tomara que ninguém tente adiar.