Cidadeverde.com

Técnico do Altos defende arbitragem de fora no Campeonato Piauiense

Luís Júnior/A.A. Altos

 

Em meio a tantas polêmicas sobre arbitragem no Campeonato Piauiense, com direito a árbitros afastados de jogos, uma voz se levantou na última rodada defendendo que apitadores de fora comandem jogos do Estadual. 

Ainda no calor da revolta pela derrota por 2 a 1 para o River, na sexta-feira (28), o técnico do Altos, Paulinho Kobayashi, deixou as críticas ao árbitro do jogo para a imprensa, mas disse esperar reencontrar o Galo em outra oportunidade, e com arbitragem de fora. Frisou, inclusive, que o seu time joga futebol.  

A revolta de Kobayashi tem dois motivos. Primeiro o pênalti marcado pelo árbitro Antônio Dib Moraes de Sousa, que resultou na expulsão do goleiro Rodrigo e ajudou o River a virar o jogo. O time do Altos contesta a marcação, ainda que as imagens mostrem, mesmo com o lance encoberto por outros jogadores, o goleiro indo ao encontro dos pés de Negueba. 

Depois, o treinador protagonizou um bate-boca com o atacante Viola, em uma discussão por conta da reposição de bola na linha de fundo. As palavras que teriam sido ditas pelo riverino revoltaram todo o banco de reservas do Jacaré e foram apontadas como motivo do tumulto no fim do jogo. 

O fato é que, caso confirmem seus favoritismos, River e Altos poderão se reencontrar na decisão do 2º Turno. E Kobayashi prefere que o árbitro  não seja do quadro de apitadores do Piauí. 

Ouça a entrevista veiculada no Acorda Piauí desta terça-feira (2):