Cidadeverde.com

Gabriel elogia preparo físico do River; Hungaro questiona Piauí e relembra 'cai-cai'

Fotos: Victor Costa/River A.C.

Gabriel fez o segundo gol do River e elogiou preparador físico: time deu conta do jogo de 120 minutos

A semifinal entre River e Piauí, pelo 2º Turno do Campeonato Piauiense, poderia se destacar mais uma vez pelas confusões. Ou erros da arbitragem - e olha que eu vi um possível pênalti no segundo tempo não marcado para o rubroanil, que ainda estou com as minhas dúvidas... Mas tudo isso acabou ficando em segundo plano. 

Prevaleceu a superioridade do River, que tem mais elenco, se impôs no primeiro tempo e cedeu o empate depois da expulsão de Rodrigo Tiuí. O Piauí foi combativo, fez dois gols em cinco minutos e poderia ter virado o placar.

Quando o 2 a 2 encaminhava o jogo para a prorrogação, o time rubroanil dava sinais de que fisicamente não teria mais força. O River, nesse sentido, se superou. Deu um bom sinal, inclusive, para a disputa da Série D do Brasileirão. 

A condição física dos atletas riverinos foi ressaltada pelo zagueiro Gabriel, que fez o segundo gol do Galo. 


Hungaro alfinetou time do Piauí

Por outro lado, o técnico Eduardo Hungaro elogiou o Piauí por ter feito uma boa partida, mas não deixou de lado o fato do clube ter escapado da perda de pontos na Justiça Desportiva, por conta do suposto "cai-cai" no confronto anterior entre os dois times. 

O treinador riverino lembrou que, naquela ocasião, os atletas do rubroanil saíram alegando cãibras. No sábado, o problema físico se repetiu, mas os jogadores voltaram a campo.

Hungaro só não tem acompanhado a cobertura da imprensa local. É o que se deduz ao ouví-lo dizer que não viu ninguém criticar o time do Piauí. 

Ouça as entrevistas de Gabriel e um trecho da entrevista de Eduardo Hungaro após o jogo: