Cidadeverde.com

Sarah Menezes sobe para o top 20, mas pode ficar fora do Mundial de Judô

Foto: Foto: Sabau Gabriela/IJF

Atualizado nesta segunda-feira (19), o ranking mundial da Federação Internacional de Judô registrou um salto de Sarah Menezes na categoria meio-leve (até 52kg). Com a prata no Grand Prix de Cancun, conquistada na última sexta-feira, a piauiense subiu 15 posições e agora ocupa o 20º lugar na lista. 

O resultado é ótimo para a evolução da piauiense na sua nova categoria, mas pode ser insuficiente para garantí-la no Mundial de Judô, que será disputado em Budapeste, na Hungria, no final do mês de agosto. 

Diferente da Olimpíada, o Mundial permite a convocação de mais de um atleta por país, conhecida no judô como "a dobra". Ela pode acontecer na categoria meio-leve, que tem três brasileiras no Top 20. 

O problema é que Sarah Menezes é a terceira brasileira da lista, atrás apenas 10 pontos de Jéssica Pereira, que ocupa a 19ª posição, e bem mais distante de Érika Miranda, que está em segundo lugar com 2.660 pontos. 

Consultada pela Rádio Cidade Verde, a Confederação Brasileira de Judô (CBJ) informou que não haverá mais participação de judocas da seleção em competições antes do Mundial - apenas serão feitos treinamentos de campo. Disse também que não há data definida para a convocação. 

Se seguir os critérios técnicos usados nas convocações de anos anteriores, a tendência é que a CBJ convoque Érika e Jéssica. 

Caso essa tendência seja confirmada, não deverá, no entanto, ser encarada de forma mais severa, nem pela torcida, nem pela CBJ e muito menos pela judoca. O que se sabe é que Sarah Menezes está em processo de transição e obter resultados para subir tanto no ranking logo em seu primeiro ano é cobrar muito - ainda que estejamos falando de uma campeã olímpica. 

É preciso esperar a decisão da CBJ, mas sabendo que Sarah Menezes terá ainda um longo ano para disputar mais torneios e buscar crescer na nova categoria.