Cidadeverde.com

Fora do Flamengo, Jorge Pinheiro vai assumir o 4 de Julho

Foto: Fábio Lima/Cidadeverde.com

A expectativa de que uma solução caseira pudesse resolver a situação do 4 de Julho acabou quando Jorge Pinheiro anunciou sua saída do Flamengo. 

O técnico cearense confirmou ao Cidadeverde.com que está de malas prontas para Piripiri. 

Na tarde desta terça-feira (27), o treinador aguardava apenas um encontro com diretores do Flamengo para acertarem a recisão do seu contrato. 

Jorge Pinheiro já havia sinalizado sua saída no sábado, quando o Flamengo sofreu a quarta derrota seguida no Campeonato Piauiense - a segunda sob seu comando, e justo na primeira vitória do 4 de Julho no torneio. 

A efetivação do auxiliar Paulo Rossi, que comandou o time de Piripiri na derrota para o Piauí e na vitória sobre o Flamengo, chegou a ser cogitada pela diretoria. Quando o time venceu, o clube mudou o treinador.

Vale lembrar que o Colorado vai representar o estado na Série D do Brasileirão e busca um técnico para a sequência da temporada. E que o Flamengo, em crise, teve confirmado ontem o pedido de renúncia do presidente Tiago Vasconcelos.  

Pinheiro deve fazer sua estreia no domingo, às 9h, contra o River, no estádio Ytacoatiara, em Piripiri. 

É a quinta mudança no comando de equipes do Campeonato Piauiense em cinco rodadas. 

O Flamengo já perdeu Nivaldo Lancuna e Jorge Pinheiro. 

O 4 de Julho viu Cícero Monteiro pedir demissão. 

O mesmo aconteceu no Parnahyba, que perdeu Sérgio China para o Salgueiro (PE). 

O único que demitiu foi o Altos, que mandou embora Waldemar Lemos - agora no Anápolis (GO). 

Só Aníbal Lemos, no Piauí, e Wallace Lemos, no River, continuam intactos nos seus cargos.