Cidadeverde.com

Sem patrocinador desde 2015, Campeonato Piauiense fecha contrato com a Caixa

Foto: Wilson Filho/Cidadeverde.com

Cesarino Oliviera na solenidade de assinatura do contrato com a Caixa

Desde 2014, quando uma montadora de veículos automotivos apoiava o Campeonato Piauiense com direito até a carro como prêmio pelo título, o torneio não tinha patrocinador máster. O contrato com a Caixa Econômica Federal, assinado na manhã desta quarta-feira (28), em Teresina (PI), encerra isso. 

A Federação de Futebol do Piauí (FFP) tenta o contrato com a Caixa desde o ano passado. O acordo chega com o Campeonato Piauiense já na metade. Agora, vai incluir os representantes do Estado na Série D do Brasileirão e Copa do Nordeste. 

No uniforme, os times do Campeonato Piauiense usarão a marca do banco. 

E vão se livrar de um incomodo: a taxa de arbitragem, que leva boa parte da renda das partidas. 

Foto: Elziney Santos

No último fim de semana, clubes já posaram com a nova placa oficial do torneio

Cesarino Oliveira, presidente da FFP, afirma que com o patrocínio será possível desenvolver ações para estimular a ida dos torcedores aos estádios, como parcerias com emissoras de rádio e até troca de ingressos por material reciclável. 

O campeão piauiense terá um prêmio de R$ 100 mil. O vice levará R$ 50 mil. Os dois terão vaga na Copa do Brasil e Série D do Brasileirão de 2019. Só quem levar o título vai para a Copa do Nordeste do ano que vem. 

Altos e 4 de Julho, que estarão na Série D deste ano, vão receber ajuda financeira como parte do contrato de patrocínio. 

Gilberto Occhi, presidente da Caixa, ainda fez referência a pedidos do senador Ciro Nogueira (Progressistas-PI) para um patrocínio que o clube esperava desde 2015. O gestor afirma que o contrato atual consegue ajudar todos os clubes.