Cidadeverde.com

"Returno" começa hoje. É um novo Campeonato Piauiense?

Vai começar a segunda metade do Campeonato Piauiense, a segunda "perna", o segundo turno ou returno. E parece que, para alguns clubes, será praticamente um novo torneio. 

A começar pelo jogo da tarde deste sábado (3), no estádio Albertão: Flamengo e Parnahyba se enfrentam em situações totalmente diferentes da partida que abriu o campeonato, no dia 21 de janeiro. 

Campeonato Piauiense - 6ª rodada
03/03 - 16h - Flamengo x Parnahyba - Albertão
03/03 - 16h - Altos x Piauí - Felipão
04/02 - 9h - 4 de Julho x River - Ytacoatiara

Em aproximadamente 40 dias, o Parnahyba perdeu um treinador e o Flamengo dois! Todos pediram para sair - Sérgio China por conta de problemas familiares e Nivaldo Lancuna e Jorge Pinheiro por conta da crise no rubro-negro. 

A situação é pior no Flamengo, que perdeu jogadores que não conseguiu regularizar. O zagueiro Índio, por exemplo, foi junto com Jorge Pinheiro para o 4 de Julho, que amanhã recebe o River, em Piripiri. Já o meia Thiago Marabá acabou acertando com o Parnahyba e pode estrear hoje contra o clube que iria defender. 

Jorge Alves/Parnahyba S.C.

Danilo Queiroz, novo técnico do Parnahyba, conversa com reforços que chegam para a reta final do torneio

Os reforços do Parnahyba também incluem o meia Erivelton e o atacante Netinho - este último, com regularização pendente, ainda não estará a disposição do téncico Danilo Queiroz. 

Por sinal, o torneio chega a sua reta final de contratações. O prazo de inscrições acaba na terça-feira (6). Por isso, o River correu para anunciar ontem o meia Thiago Accioli, que vem do futebol carioca. O presidente Genivaldo Campelo afirmou que este é o último reforço do Galo - o jogador será apresentado na segunda-feira (5).

Quem não se movimentou foi o Piauí, clube que mantém a base de garotos que o colocou na liderança do torneio até a quarta rodada. Neste sábado (3), o rubroanil visita o Altos, que fará seu terceiro jogo no torneio sob comando de Paulinho Kobayashi, substituto de Waldemar Lemos. A partida vale a liderança da competição. 

Luís Júnior/A.A.Altos

Kobayashi faz seu terceiro jogo no comando do Altos em 2018 

Com tantas mudanças, para alguns clubes pode parecer mesmo um novo torneio. Mas o campeonato é o mesmo, em turno único, e com poucos jogos. Uma derrota agora pode ser fatal, tendo em vista as chances escassas para reverter a situação na tabela. 

Se os boleiros falam que nesses momentos decisivos "todo jogo é uma final", teremos 15 finais até 1º de abril.