Cidadeverde.com

Árbitro relata xingamento que provocou expulsão goleiro do Parnahyba

O árbitro Djalma Alves de Lima Filho relatou em súmula a ofensa supostamente dita pelo goleiro César, do Parnahyba, na partida de ontem com o River pelo Campeonato Piauiense. O jogador foi expulso após o xingamento, quando o Tubarão já perdia por 1 a 0 - placar final do jogo. 


Veja a íntegra do documento

Expulso, César não poderá entrar em campo dia 1º de abril, contra o Altos, na última partida da fase classificatória. Se o Parnahyba não avançar para as semifinais, ontem pode ter sido o último jogo do goleiro no torneio. 

Reclamações constantes
Não é de hoje que o Parnahyba, com e sem razão, reclama da arbitragem. Desde a eliminação na Copa do Brasil contra o Coritiba - no jogo dos sete minutos de acréscimo - que o Tubarão perde a paciência com os apitadores. 

Foi o caso de ontem, tanto na expulsão de César como no fim da partida, na marcação de uma falta fora da grande área - que as imagens confirmaram depois não ter sido pênalti. 

As coisas não dão certo para o time do litoral. E a minha sensação é de que o time já anda tão nervoso com erros de arbitragem que não pensa duas vezes antes de cercar juiz ou auxiliar - mesmo nos momentos nos quais o árbitro realmente tem razão. 

Em outros jogos, o Parnahyba pode ter razão para reclamar. Mas ontem, pelo menos nos lances capitais, tenho a impressão de que o árbitro acertou.