Cidadeverde.com

Adversário do Altos, Moto Club suspende treinos por atraso de salários

Líder do seu grupo, invicto com 100% de aproveitamento. Mas nem tudo é alegria no Moto Club de São Luís (MA). 

Nesta segunda-feira (30), o presidente Natanael Júnior convocou coletiva de imprensa para esclarecer informações sobre uso de recursos do clube. 

Os jogadores suspenderam os treinos por conta dos salários atrasados. A expectativa era de que, após a vitória de ontem (29) sobre o Sparta (TO), o time recebesse pelo menos um mês de vencimento. Acabou ganhando menos que isso. 

O presidente do Moto explicou as dificuldades financeiras do clube e espera ter a situação dos salários resolvida até a próxima sexta-feira, antes do jogo com o Altos pela Série D do Brasileirão, marcado para domingo (6). 

Natanael Júnior ainda anunciou a demissão do diretor de futebol, Daniel Menezes, por suspeita de recebimento indevido de valores na contratação de jogadores do Moto. O presidente criticou dirigentes do seu estado e afirmou estar disposto a passar o futebol maranhense a limpo. 

Na semana passada, o Moto Club recebeu o meia-atacante Márcio Diogo, que estava no River na disputa do Campeonato Piauiense. 

Por falar no Galo, a situação do Moto não é necessariamente sinônimo de que a situação será ruim dentro de campo. Em 2015, o River subiu para a Série C também enfrentando greves por salários atrasados.