Cidadeverde.com

CBF veta estádio de Piripiri e 4 de Julho vai jogar em Teresina

Fotos: Victor Costa/River A.C.

Registros do jogo entre 4 de Julho e River, no início de março. De lá para cá, a situação melhorou pouca coisa

O que todo mundo via in loco ou nas imagens de TV, desde março, foi constatado pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Ontem (30), a entidade comunicou que a arena Ytacoatiara, em Piripiri, não tem condições de receber partidas da Série D do Brasileirão. Enquanto os problemas não forem resolvidos, o 4 de Julho vai jogar em Teresina (PI). 

No comunicado, a CBF altera o local do jogo entre 4 de Julho e Cordino (MA), marcado para o próximo domingo (6), às 16h. A partida será agora no estádio Albertão.

Na justificativa, a CBF explica que o estádio não apresenta "condições mínimas em relação ao gramado e instalações do estádio para a prática desportiva".

As chuvas do primeiro trimestre de 2018 castigaram o gramado do estádio, fazendo o Colorado até ter de mudar seu local de treinos. Alguns jogos do Campeonato Piauiense foram disputados em um lamaçal. O River foi um dos clubes que reclamou da situação, ainda no início de março. Mas todas as partidas programadas para o Ytacoatiara foram realizadas desde então. 

O 4 de Julho ainda terá um jogo em casa pela Série D, dia 20 de maio, com o Ferroviário (CE). Se quiser jogar em Piripiri, o clube terá de adotar providências antes disso. 

E vale o alerta para o Altos: o gramado do estádio Felipão não está muito diferente do de Piripiri. E para completar, os refletores falharam na final do Campeonato Piauiense e no jogo de domingo (29) com o Assu (RN).