Cidadeverde.com

Série D: viagem do 4 de Julho sofre atraso de 4 horas

Reprodução/Facebook

Técnico Jorge Pinheiro e o time de Piripiri esperando voo em Brasília

A delegação do 4 de Julho sofreu um atraso de mais de quatro horas na viagem ao Tocantins, onde enfrentará o Interporto, domingo (27), pela última rodada da Série D do Campeonato Brasileiro. 

Após sair de madrugada de Piripiri e embarcar o aeroporto de Teresina, o time passou a manhã preso no aeroporto de Brasília (DF). O voo atrasou em função do caos provocado pela greve dos caminhoneiros, que deixou aeroportos sem combustível. 

O time só deixou Brasília no início da tarde e foi ao Rio de Janeiro para abastecer. A chegada a Palmas (TO), que deveria ter ocorrido às 11h50, foi remarcada para 16h. 

Na capital do Tocantins, o 4 de Julho vai descansar para só no domingo seguir para Porto Nacional, onde enfrentará o Interporto, às 18h. 

Paulo Rossi, dirigente do clube de Piripiri, acompanha a delegação e lamenta a situação. 

- Prejudica um pouco por causa do horário, era pra ter chegado mais cedo. Vamos chegar mais tardee o descanso é menor. 

Será a última rodada da fase de grupos da Série D. O 4 de Julho precisa vencer para ter chances de classificação, mas depende de outros resultados.

Contudo, a rodada ainda corre risco de adiamento. Pelo regulamento, todas as partidas devem ocorrer simultaneamente, para evitar manipulação e resultados combinados. Se um time não conseguir chegar ao local do jogo em razão dos problemas causados pela greve e a CBF não encontrar outra solução, as partidas terá de ocorrer em outra data.