Cidadeverde.com

Carlinhos faz primeiro gol piauiense na Série A 2018 e América-MG afunda o Vasco

  • gol-carlinhos-america-mg-vasco-6.jpg Foto: Mourão Panda / América
  • gol-carlinhos-america-mg-vasco-5.jpg Foto: Mourão Panda / América
  • gol-carlinhos-america-mg-vasco-4.jpg Foto: Mourão Panda / América
  • gol-carlinhos-america-mg-vasco-3.jpg Foto: Mourão Panda / América
  • gol-carlinhos-america-mg-vasco-2.jpg Foto: Mourão Panda / América
  • gol-carlinhos-america-mg-vasco-1.jpg Foto: Mourão Panda / América

Trinta minutos do primeiro tempo: Gerson Magrão cruza, a defesa do Vasco afasta a bola, mas Carlinhos chuta de primeira na entrada da grande área. O goleiro Martín Silva cai para defender, mas em vão. 

Demoraram 23 rodadas para que um piauiense balançasse as redes no Brasileirão 2018. Carlinhos, 31 anos, lateral esquerdo nascido em Piripiri, Norte do estado, é o autor da façanha. 

O gol abriu o placar para a vitória do América-MG contra o Vasco, que no segundo tempo ainda empatou, em cobrança de pênalti de Maxi López. No entanto, Gerson Magrão colocou os donos da casa em vantagem logo na sequência: 2 a 1. 

No primeiro tempo, Carlinhos ainda cobrou uma falta e acertou a trave. 

O resultado colocou o Vasco em situação delicada, um ponto acima da zona de rebaixamento. O América, que pelo histórico de anos anteriores começou o torneio como candidato ao descenso, hoje é o nono colocado. 

Piauienses na Série A
Carlinhos é titular do América-MG desde o início da temporada. Ele saiu do futebol piauiense para o Icasa (CE) e depois foi parar no Coritiba (PR), onde ficou de 2013 a 2017. No ano passado, vestiu a camisa do Goiás. 

O lateral de 1,68m é um dos poucos piauienses na Série A do Brasileirão - ainda que neste ano o número seja bem maior que em outras edições.

Só o Flamengo já teve três piauienses no elenco nessa temporada. Renê, de Picos, é titular na lateral esquerda. O volante Rômulo, da mesma cidade, esquenta o banco de reservas desde o ano passado e tem sido pouco aproveitado. Jonas, outro volante, de Teresina, deixou o clube no meio do ano e foi para o futebol árabe. 

Revelação do Sport Recife, Juninho Piauiense, de Amarante, defendia o Ceará até semanas atrás, quando chegou a ser anunciado pelo Corinthians e se envolveu em uma polêmica - o clube paulista voltou atrás na sua contratação, pressionado por torcedores em razão de Juninho ter sido indiciado por suposta agressão contra a ex-namorada, em Recife (PE), no ano passado. 

Recentemente, o Londrina (PR) devolveu para a Chapecoense o lateral esquerdo Roberto, picoense que estava emprestado ao time da Série B. O jogador já estreou no time catarinense e é mais um piauiense na Série A do Brasileirão.