Cidadeverde.com

Órgãos explicam situação de estádios após reclamação de Whindersson Nunes

Na véspera do feriado da Proclamação da República, o humorista Whindersson Nunes revelou nas redes sociais a frustração de não conseguir um estádio em Teresina (PI), capital do seu estado, para realizar um jogo beneficente. 

O Lindolfo Monteiro, em Teresina, está fechado. E o gramado do Albertão, esse dá até pena. 

 

 

 

 

Foram apenas duas mensagens, mas postadas pelo detentor do maior número de seguidores no Youtube no Brasil. Diante da repercussão, a Cidade Verde foi buscar (novas) respostas dos órgãos responsáveis sobre a situação dos dois estádios - quem acompanha nosso jornalismo sabe que essas queixas são recorrentes.  

Do lado da Secretaria Municipal de Esportes e Lazer (Semel), o secretário Renato Berger garante ter sido concluída a reforma do Lindolfo Monteiro - que se arrastou por meses ao longo de 2018. 

O problema é um laudo da Polícia Militar, que pede a ampliação de um muro e mudanças na calçada. O gestor diz não ter como fazer as obras agora, mas espera que a situação se resolva ainda neste mês. 

Se ele não tem condição de fazer a obra agora e está confiante em uma solução tão rápida, é porque deve esperar, suponho eu, uma revisão do laudo da PM - laudo que deve ter sido feito com embasamento técnico para tais exigências.  

Do lado da Fundação dos Esporte do Piauí (Fundespi), o diretor técnico José de Ribamar Araújo Filho elenca uma sequência de eventos que impediram que a grama do Albertão recebesse o tratamento adequado. O primeiro foi o corte de um cabo que levava energia ao estádio. E quando a ligação foi refeita, um problema com uma das bombas impediu que o campo fosse irrigado. 

Somem a isso tudo o efeito cascata. Os dois estádios são os únicos aptos a receberem competições oficiais em Teresina - e ainda são abertos para vários torneios amadores. Quando um fecha as portas por qualquer motivo, sobrecarrega o outro

Depois das imagens do Albertão repercutirem negativamente, no início do mês, a administração do estádio restringiu o uso do campo a um único treino do River, na semana passada, pois o time disputaria o jogo contra o Ceará, pela Copa do Nordeste Sub-20. Sem ser usado, o gramado já começa a dar sinais de melhora, como mostram imagens desta sexta-feira (16). 

Foto: Fundespi

Mas não dá pra negar que o Albertão anda longe de ter o tratamento adequado para seu tamanho. Até hoje, nem a capacidade total foi liberada porque adaptações exigidas pelo Corpo de Bombeiros precisam ser feitas. 

O assunto foi tema de debate no Cidade Verde Notícias, da Rádio Cidade Verde. Ouça as declarações dos gestores e os comentários da nossa equipe: