Cidadeverde.com

Melhor do ano, Adriana revela "emoção única"; Marta diz que seleção precisa da piauiense na Copa

Fotos: Lucas Figueiredo/CBF

Eleita a melhor jogadora entre todas do Campeonato Brasileiro 2018, a atacante Adriana recebeu o prêmio das mãos de Marta, rainha do futebol mundial, que fez um pedido para a jogadora piauiense na cerimônia de ontem (4), no Rio de Janeiro (RJ): 

- Dois prêmios hoje, o que é isso, hein? E também campeã brasileira! (...) Desde já, falar pra você continuar assim, porque a gente precisa muito. Ano que vem tem Copa do Mundo e você sabe que o bicho pega lá fora. 

No dia seguinte, a atacante do Corinthians e da seleção brasileira falou com a Rádio Cidade Verde sobre a emoção da conquista.

- Estar na seleção do Brasileiro Feminino e receber aquele troféu, e ser a craque do campeonato também, foi uma emoção única na minha vida. Não esperava, de verdade. Veio para coroar o ano perfeito que a gente fez aqui no Corinthians. E também o ano que eu fiz, o melhor que eu já fiz na minha carreira, eu acho. 

Foi a primeira vez que o Prêmio Brasileirão premiou também as melhores do torneio feminino, com solenidade única para entrega dos troféus. Adriana recebeu o seu ao lado de Dudu, do Palmeiras, craque do torneio masculino. 

- Ontem foi uma noite maravilhosa. Realização de um sonho. Estar ao lado de todos aqueles craques do masculino, poder conhecer eles foi muito bom pra mim. 

Mas quando o assunto é Copa do Mundo, Adriana põe os pés no chão. Depois do pedido feito por Marta, a piauiense prefere deixar nas mãos do técnico Vadão, da seleção feminina. 

- O que eu posso dizer é que eu vou continuar trabalhando. Não sei o Vadão, o que ele vai fazer. Tem muitas meninas. Mas a decisão é dele, isso não cabe a mim. O que eu posso fazer é continuar treinando e esperar pra ver o que vai acontecer. 

Ouça a participação de Adriana no Cidade Verde Notícias desta terça-feira (4):