Cidadeverde.com

Sarah Menezes confirma favoritismo e vence seletiva da seleção brasileira de judô

  • seletiva-sarah-judo-11.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-10.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-9.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-8.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-7.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-6.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-5.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-4.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-3.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-2.jpg Tati Amaya/MCS
  • seletiva-sarah-judo-1.jpg Tati Amaya/MCS

Depois de cinco lutas, Sarah Menezes confirmou, nesta quinta-feira (13), sua condição de titular da seleção brasileira de judô no próximo ano, na categoria ligeiro (até 48kg). A seletiva foi disputada em Lauro de Freitas (BA).

Na estreia, Sarah Menezes venceu por Ippon a judoca Ana Paula Nobre, da Associação de Pais e Amigos do Judô e Dança, de Itajaí (SC). 

No confronto seguinte, vitória da piauiense sobre Gabriela Chibana, do Pinheiros (SP), por waza-ari. 

As duas vitórias garantiram Sarah Menezes na fase final, na qual as quatro melhores da primeira fase se enfrentam em rodízio, disputando duas vagas na seleção. 

Bastaram duas vitórias, contra Laura Ferreira e de novo Gabriela Chibana, ambas do Pinheiros (SP), para confirmar Sarah Menezes comuma das vagas. 

Na última luta, contra Nathália Brígida, da Sogipa (RS), Sarah Menezes precisou de pouco tempo para conseguir um Ippon e encerrar o confronto. 

Depois de tentar mudar de categoria, sem sucesso, Sarah Menezes precisou disputar a seletiva para confirmar sua posição de titular entre as ligeiros. O resultado a garante no grupo que disputará competições internacionais no próximo ano, que será decisivo para a definição dos representantes do Brasil nos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.