Cidadeverde.com

Reunião discute segurança com torcidas organizadas no futebol piauiense

  • torcidas-pm-qcg-1.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • torcidas-pm-qcg-2.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • torcidas-pm-qcg-3.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • torcidas-pm-qcg-4.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • torcidas-pm-qcg-5.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde
  • torcidas-pm-qcg-6.jpg Foto: Fábio Lima/Cidade Verde

Representantes da Federação de Futebol do Piauí e de quatro torcidas organizadas se reuniram no Comando Geral da Polícia Militar do Piauí, na manhã desta terça-feira (18), para tratar das ações de segurança nos jogos de futebol de 2019. 

Participaram do encontro representantes da Esporão do Galo, River Chopp e Galo de Aço (todas do River) e Altos Chopp, que pela primeira vez esteve na reunião anual com a Polícia Militar. 

As torcidas organizadas foram informadas das exigências do Estatuto do Torcedor que precisam ser cumpridas. Todas deverão informar para a PM seus locais de concentração, percurso e modo de locomoção até o estádio para que a polícia possa planejar a segurança do jogo. Além disso, os membros das organizadas devem chegar com antecedência nas praças esportivas.
 
Os torcedores também fizeram solicitações na reunião. Houve pedido para uso de varas de bambu para hasteamento de bandeiras. O comandante de policiamento especializado, coronel Sousa Filho, foi categórico ao discordar. Mas uma alternativa com cano de PVC foi apresentada e será analisada futuramente. 

- São demandas que eles nos trouxeram a fim de deixar a praça esportiva mais bonita na questão da torcida. Porém, são pedidos que impactam muito na questão da segurança do público que alí se encontra, e consequentemente a Polícia Militar não tem como acatar isso. 

Representantes das organizadas de Teresina também reclamaram que as medidas são sempre exigidas na capital, mas a fiscalização não seria a mesma no interior. A PM informou que a fiscalização também acontecerá em Piripiri, Altos e Parnaíba, locais de jogos do futebol piauiense profissional em 2019. 

Dois oficiais do batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (RONE), fizeram um curso em São Paulo voltado para segurança em eventos com torcidas organizadas. Eles irão atualizar o plano de policiamento em praças desportivas da PM do Piauí. 

Estreante nas reuniões, a Altos Chopp, presidida por Stefânio Oliveira, avaliou a reunião como positiva e espera que o policiamento reforçado ajude a levar mais torcedores para os estádios. 

Fábio Santos, da Esporão do Galo, afirmou que "se tudo sair do papel, a gente vai ficar muito feliz". 

Robert Brown, presidente da FFP, ressaltou a importância da reunião anual para acertar os pontos que envolvem torcidas organizadas. "Temos que ter todo ano para acertar o que é permitido, o que não é permitido, os horários. Acho que essa foi muito proveitosa".